17
Mai 07

    Estas palavras produziram um efeito estranho em Umar R.A. que fé era aquela que fazia com que mulheres fracas ficassem tão "fortes"? Ele pediu à sua irmã que lhe mostrasse o que estava a ler e imediatamente rendeu-se às palavras do Alcorão Sagrado:

1- Tudo quanto existe nos céus e na terra glorifica Deus, porque Ele é o Poderoso, o Prudentíssimo.
2- Seu é o reino dos céus e da terra; dá a vida e dá a morte, e é Onipotente.
3- Ele é o Primeiro e o Último; o Visível e o Invisível, e é Onisciente.
4- Ele foi Quem criou os céus e a terra, em seis dias; então, assumiu o trono. Ele bem conhece o que penetra na terra e tudo quanto dela sai; o que desce do céu e tudo quanto a ele ascende, e está convosco onde quer que estejais, e bem vê tudo quanto fazeis.
5- Seu é o reino dos céus e da terra, e a Deus retornarão todos os assuntos.
6- Ele insere a noite no dia e o dia na noite, e é Sabedor das intimidades dos corações.
7- Crede em Deus e em Seu Mensageiro, e fazei caridade daquilo que Ele vos fez herdar. E aqueles que, dentre vós, crerem e fizerem caridade, obterão uma grande recompensa.
8- E que escusas tereis para não crerdes em Deus, se o Mensageiro vos exorta a crerdes no vosso Senhor?

(Alcorão Sagrado 57º: 1 ao 8)

    Então ele dirigiu-se à casa onde o profeta estava e jurou fidelidade a ele.

    Umar R.A. não fez segredo da sua aceitação do Islam, reuniu-se aos muçulmanos e rezou na Kaaba, essa coragem e devoção de um cidadão influente de Makkah levantou o moral da pequena comunidade de muçulmanos.

    Mas, também  Umar R.A. passou por privações e quando a permissão para migrar para Madina chegou ele deixou a cidade, a firmeza dos seus julgamentos, sua devoção ao Profeta Muhammadsaws2.gif (1107 bytes) (que a Paz e a Bênção de Deus estejam com ele), a sua ousadia e correção angariaram para ele a confiança que o Profeta Muhammadsaws2.gif (1107 bytes) (que a Paz e a Bênção de Deus estejam com ele), apenas tinha  dado ao companheiro Abu Bakr R.A.

    O Profeta Muhammadsaws2.gif (1107 bytes) (que a Paz e a Bênção de Deus estejam com ele), deu-lhe o título de "Faruq", aquele que separa a verdade da falsidade, durante o califado de Abu Bakr R.A., Umar R.A. foi seu mais próximo ajudante e conselheiro quando Abu Bakr R.A. morreu, todos em Madina  juraram-lhe obediência e ele foi proclamado Califa.

 


Umar Ibn Al Khattab

 

 
O Segundo Califa
 
(634-644)
 

Eleição Para o Califado

 

    Umar Ibn Al Khattab (que a paz esteja com ele), foi escolhido para sucessor de Abu Bakr R.A., após uma reunião dele com os mais proeminentes da comunidade, Umar R., era de uma família coraixita respeitada, sabia ler e escrever, manejava bem a espada, tinha o dom da oratória  e sabia lutar, tinha uma personalidade dinâmica, era franco e direto, jamais escondia o que lhe ia à mente, ainda que isso pudesse desagradar as pessoas.


    No início da missão do Profeta as ideias pregadas por Muhammadsaws2.gif (1107 bytes) (que a Paz e a Bênção de Deus estejam com ele) o enfureciam da mesma forma que a outros notáveis de Makkah e não aceitava que as pessoas se convertessem ao Islam.


Quando sua escrava se converteu ele bateu-lhe até ficar exausto e lhe disse:


"Eu parei de bater porque estou cansado e não por pena de si."


    A história de sua conversão é interessante, certo dia, cheio de raiva contra o Profeta Muhammadsaws2.gif (1107 bytes) (que a Paz e a Bênção de Deus estejam com ele), ele pegou sua espada e saiu para matá-lo, um amigo encontrou-o pelo caminho, quando Umar R.A lhe disse o que estava planejando fazer,  o seu amigo  disse-lhe que a própria irmã dele e o marido, haviam aceitado o Islam.

    Umar (que Deus esteja com ele) partiu para a casa de sua irmã e a encontrou lendo páginas do Alcorão e lhe bateu sem dó nem piedade, ferida e sangrando, ela disse ao irmão:

"Umar, tu  podes fazer o que quiseres mas não podes afastar os nossos corações do Islam."

Continua...


Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
blogs SAPO