26
Ago 08

Salams. Vamos brevemente iniciar o Ramadão e ao islamnet ficaram a faltar algumas remodelações. Vamos passar para a plataforma Wordpress e tornar o Islamnet mais universal, com melhor conteúdo e mais pessoas a escreverem no site, convidados e administradores.

 

Todos os preparativos estão a ser feitos, para que até Domingo tenhamos tudo prontos. Falta a sapo fazer a sua parte, que é a de nos dar um ficheio XML para colocarmos os antigos posts no novo islamnet. Vai também haver uma perda de visitas, com links quebrados, porque a sapo define os posts de maneira diferente à vulgar, a menos que a sapo nos explique como fazê-lo

 

Peço a vossa compreensão,

É desta que vamos ser Islamnet.EU

Salams

publicado por mh às 01:47

10
Ago 08

Salams. Eu não tenho a noção data do vídeo abaixo, mas creio que não seja muito antigo, todavia o que interessa é a mensagem contida nele.

Quem não conhece Muhammad Ali? Quem não conhece o que ele representou? Quem é que não sabe as razões pelas quais converteu-se ao islão? Acho que todos sabem disto, todos sabem a história do "herói" que foi Muhammad Ali.

 

Neste vídeo, Will Smith e Muhammad Ali vêm condenar os atentados de 11 de Setembro, mas ao mesmo tempo mostrar que o Islão é uma religião de Paz e que os terroristas de 11 de Setembro nunca representaram o Islão, muito pelo contrário.

 

 


29
Jun 08

صديق الانسان من يسعى لعمارة آخرته وإن كان

فيه ورع لدنياه
-عدو الإنسان من يسعى لخسيرة آخرته وإن كان

فيه نفع لدنياه

 

"O amigo dos humanos é aquele que constrói e esforça-se para construir o seu Akhirah mesmo que isso implique e prejudique o seu Duniya;

O inimigo dos humanos é aquele destroi o seu AKhirah se isso beneficiar o seu Dunya"

 

- Hadhrat Mufti Abdur Rahim Lajpuri (rahimullah ta’ala)

Fonte: At-Tazkirah

 

Salams. É com esta passagem que vos quero lembrar a importância do Dunya. e do Akhirah Mas, para quem não sabe o que siginifca Dunya e Akhirah?

 

O Dunya é a vida actual, a vida na terra e no mundo, a vida que temos antes da morte e exprime tudo o que é de material na vida. O Akhirah refere-se à vida após a morte, ao paraíso ou ao inferno. É constantemente referido no Alcorão lembrando o Dia do Julgamento (o Qiyamah).

 

A pergunta é: O que devemos priveligiar? O Dunya? O Akhirah? A vida que terminará e na qual não deixaremos nada e partiremos sem levar coisa alguma? Ou a vida após a morte, a vida eterna que irá ser valorizada pelas acções que fazêmos aqui no Dunya?

 

 

Devemos trabalhar para ficarmos ricos monetariamente ou para ficarmos ricos em Ilm (conhecimento religioso)? Devemos pecar e desvalorizar as orações (o Salah) visto que com isto eu não ficarei mais rico ou mais probre aqui no Dunya ou devemos preservar a nossa inegridade e não pecarmos e aumentar o nosso número de sawabs em termos de orações? Pois é isso que vai servir na nossa eterna vida após a morte e não a nossa riqueza monetária..

 

Pensem bem, decidam agora antes que seja tarde de mais...

 

Salams

 


23
Mai 08

Salams.

 

Tem sido gerada uma grande confusão em torno da Reforma dos Hadices, se deve ser feita, quais as suas razões/fundamentos, e qual o objectivo. Pois muitos afirmam que se baseia unicamente em razões políticas.

Todavia a primeira coisa que vos recomendo, é lerem ese tópico de Yussuf Adamgy, membro da MyCiw, que escreveu um artigo sobre a Sunnah, os Hadices e a forma de  propagação da Sunnah.

 

http://myciw.org/modules.php?name=Forums&file=viewtopic&p=12132#12132

 

Salams

Islamnet

publicado por mymuslim às 22:11

21
Mai 08

Salams.

 

Hoje de manhã, tive uma aula normal de uma disciplina, em que faláva-mos de um livro e onde num dado momento aparece uma referência a São João Baptista (não quero entrar em erro, não sei se é esse o nome em questão) indirectamente, isto pois haviam alguns aspectos da cultura cristã que foram referenciados no livro, mas o nome da Pessoa foi posteriormente posto em questão por parte da professora. Partiu do princípio que todos eramos cristãos e resolvem coloca-la.

 

Ninguém respondeu, 30 alunos eram cristãos, 1 era ateu e eu que era o muçulmano. Logo, começou com um discurso em que concluía que éramos uns incultos, mal educados, etc. já que afirmava que a cultura cristã deveria ser transmitida de geração em geração.

 

Eu não tenho nada contra, mas reparei que a própria professora acabou por tentar dizer que quem não sabe nada sobre Cristianismo não está integrado na cultura portuguesa, olhando para mim intensamente . O f é, eu sei o que é o cristianismo, o catolicismo, eu sei o que são as bases daquela religião, sei o essencial, e sei tudo o que não me faz mudar de religião, e que não me faz mudar para essa religião. Mas para estar integrad tenho que saber  que foi São João Baptista?

 

Mas é claro que não. Eu sinto-me muito bem integrado na sociedade portuguesa, sinto-me como se Portugal fosse o meu país, e é! Mas terei que saber esse tipo de pormenores que nem os próprios cristãos, católicos o sabem? Será que eu é que sou um dos culpados por eles não saberem? Fui eu que os desvirtuei e lhes disse que se deve ser cristão unicamente pelo nome?

 

Não me parece...

 

Salams


14
Mai 08
Hazrat Ibn Abbaas (RA) conta  que Rasulullah (Sallaho Alaihe Wassallam) disse olhando para Mackhah:

"Mas que fantástica cidade Tu és e como eu Tem amo. Que a minha gente não me force a sair de ti, Eu nunca conseguiria fixar-me em qualquer outra cidade excepto em Ti".

(Tirmidhi)

Como resultado deste e doutros Hadiths, a maioria dos Ulamas acreditam que Mackah é a mais virtuosa de todas as cidades, e estar lá permanentemente ou até temporariamente é mais virtuoso ainda. Quem não gostaria de viver lá, sabendo que um Salaat é recompensado 100 vezes mais? Apesar de tudo isto muitos dos Santos muçulmanos não defenderam residência em Makkah (mais do que o necessário).

Hazrat Mullah Ali Qari (RA) escreveu que de acordo com Hazrat Imaam Muhammad (RA) e Hazrat Imaam Abu Yousuf (RA) é Mustahab (recomendado) aceitar residência permanente em Mackah. Este também é o fatwa dos Hanafis, e coincide com os decretos de alguns imams Shaafie e Hambali. Contudo Hazrat Imaam Abu Hanifa (RA) e Hazrat Imaam Maalik (RA) consideram a residência em Mackah Makroobh (não recomendável). Esta perspectiva é apoiada por aqueles que tinham uma atitude calma  e grande sabedoria, temendo que vivendo em Mackah podia tornar-se cansativo, perdendo-se a dignidade e honra de Mackah e da peregrinação. Isto levaria à indiferença que conduziria ao pecado. Tal como as boas acções são tornadas fantásticas em termos de sawab, o mesmo acontece com as más acções.

Para aqueles que são sinceros, que evitam pecar, não existe melhor sítio na terra para se viver que Mackah. Infelizmente esses existem em pouco número nos dias de hoje. São tão poucos como os Reis entre os homens. Muitos são aqueles que reivindicam estar aptos para a dignidade e honra que Mackah requere. É muito fácil falar mas é difícial cumprir.

Mullah Ali Qari diz que ‘Hazrat Imaam Abu Hanifa (RA) não gostava da residência permanente em Mackah, tendo em consideração a condição religiosa da população naquele tempo. Logo, se ele estivesse vivo hoje, teria considerado viver em Mackah totalmente Haram.  Este Mulla Ali Qari é um dos grandes Ulamas do Islão e faleceu no ano 1014 de Hégira. Ele escreveu aquilo acima sobre o seu tempo e nós agora estamos já no 15º século depois de Hégira. Vejamos como as condições se detrioraram não precisando sequer de um comentário. Está à vista de todos, não podemos negar. Mas então...que diria ele hoje?

Hazrat Imaam Ghazali (RA) explica que existem três razões pelas quais alguns Ulamas chamam Makroobh viver permanentemente em Mackah:

1. Eles teme que o excesso de contacto e familiaridade, esse grande desejo,  entusiasmo e zelo por Kabah vais descer ( e a familiariade pode passar a desprezo).

2. Eles temem que a triste altura de se despedir do Kabah e o zelo por um retorno desaparecerá. Por isso alguns "mais superiores" dizem que é muito melhor ansiar um retorno a Mackah estando noutra cidade, até a mais longínqua do mundo, do que viver em Mackah.

3. Eles temem que pecados sejam cometidos,  o que é um grande pecado chamar pela fúria de Allah Subahanah wa Taala. É um facto que Mackha é uma cidade abençoada. Toda a pedra e toda a areia é abençoada.
 
Nós já mencionámos esses espaços de bençãoes especiais. Agora, existem alguns mais ainda que devem ter a nossa atenção:
 
1. Primeiramente existe um espaço que costumava ser a casa de Hazrat Khadija (RA); e onde Hazrat Fatima Zahraa (RA) nasceu; e onde todos os filhos do nosso Rassul (Sallalaho Aleihe wa Salam) nasceram excepto Hazrat Ibrahim A.S. Os Ulamas são da opinião de que depois da Sagrada Mesquita, este espaço é o mais virtuoso em Mackah.
 
2. Depois vem o lugar conhecido como Mowlidun Nabi, onde o nosso Rassul (Salallaho Aleihe wa Salam) nasceu.
 
3. As casas de Hazrat Abu Bakr (RA) conhecidas como Darul hijrat de onde a viajem até Madinah teve lugar. Antes de Hijrat, O nosso Rassul (Sallalaho Aleihe wa Salam) costumava cá vir quase todos os dias. Haviam duas pedras aí, uma chamada "Mutakallim", que fazia Salaam ao profeta e outra chamada "Muttaka", que era onde o nosso Profeta costumava-se sentar.
 
4. O Mowlid Ali. Onde Hazrat Ali (RA) nasceu.
 
5. Dar-e-Arqam, também conhecido como Dar-e-Kharasaan, a casa onde o Hazrat Umar (RA), aceitou o Islão. Foi aqui que o seguinte verso do Alcorão foi revelado: "Ó Muhammad, Allah é suficiente para Ti; e para aqueles que seguem-te entre os que acreditam na mensagem". Esta é a casa onde Rassululah (Salalaho aleihe wa Salam) costumava aconselhar-se a si mesmo nos primeiros dias do Islam.
 
6. A caverna de thowr, onde Rasululah (salalahu Alihe Wasalam) e Hazrat Abu Bakr (RA) ficaram durante a viagem para Madinah. Esta foi a caverna onde o verso chamando a Hazrat Abu Bakr (RA) o "segundo de dois" companheiros.
 
7. Caverna de Hira no Monte de Noor(Jabal an Noor) onde antes o Profeta desceu aí. Ele costumava passar lá dias e dias em completa solidão até que o primeiro verso do Alcorão foi revelado. Ele ficou então Profeta.
 
8. Masjidur Raya, perto de Mackah, onde Rassululah (Sallahu Aleihe WaSalam), costumava rezar.
 
9. Masjidul Jinn, o espaço onde os Jinns costumavam ouvir uma leitura pelo nosso Rassul. uma vez, Ele levou Hazrat Abdullah bin Mas'ood (RA) consigo para ir ter com eles. Deixou-o longe  deles e o Profeta (salalaho aleihe wa salam) explicou aos Jinns como deviam proceder neste caso. Então, Hazrat Abdullah leu o Quran para eles.
 
10. Masjidul shajarah, o que é o oposto de Maskid Jinn, sendo a mesquita onde ali cresceu uma árvore. Rassululah (Salalaho Aleihe WaSalam) chamou uma vez para que que a árvore viesse ter consigo pelo solo, e ela veio, então, ele mandou-a de volta para o mesmo lugar.
 
11. Masjid Ghanam, também conhecida como Masjud Ijaabah, onde depois de conquistar Mackah, Rassululah (Salalaho Aleihe wasalam) proferiu o juramento de submissão.
 
12. Masjid-e-Ajyaad
 
13. Masjid do Monte Abu Qubays. Esta mesquita pode ser vista desde a mesquita de Mackah. A história de comer caldo de carne de cabra neste lugar está incorrecta.
 
14. Masjid-e-Tuwaa, que é onde o profeta ficava e descansava depois de vir do Hajj ou Umrah.
 
15. Masjid-e-Aisha, onde as pessoas põem o Hiram, para se proceder ao Umrah em Mackah.
 
16. Masjid Aqba
 
17. Masjid Ju'raana, o lugar onde Rassululah (Salalahu Aleihe WaSalam) pôs o seu Hiram, para o Umrah depois de ter vindo de Ta'if, conquistando Mackah.
 
18. Masjid Kabsh. É o sítio onde Hazrat Ibrahim tentou sacrificar o seu único filho Hazrat Ismail.
 
19. Masjid Khaif, a famoso mesquita de Mina.
 
20. A carverna de MurSalaar, onde o surah Al-Mursalaat foi revelado ao nosso Rassul (Salallaho Aleihe Wa Salam). Não é longe de Masjiul Khaif.
 
21. Jannatul Mu'Iaa. As virtudes deste espaço são explicados em vários hadices
 
Para além destes existem muitos outros sítios de bençãos e grande sentido espiritual. E qual é o espaço em Mackah que não é abençoado pelos pés do nosso Profeta Muhammad (Salalaho Alihe Wasalam)?
 
[comentário de  Hadhrat Shaikhul Hadith Zakariyya de 'Fazail-e-Hajj']
 
Adaptado:
http://truelife200vi.wordpress.com/2008/05/01/permanent-residence-in-makkah-mukarramah/
 

 

 

 

 


25
Abr 08
Salams.

Para completar as restantes fotos e artigos que aqui tenho colocado, vou adicionar mais algumas com o Dubai antes/Dubai Depois e com os projectos do futuro do Dubai.






















31
Mar 08
Salams.

Hoje, para não estar a escrever dois posts e para que possam receber mais cedo tudo logo no vosso RSS decidi juntar estes temas e falar deles num só.

No Fórum MyCiw falava-se por um dos membros deste que iria haver um teatro em Estarreja cujo tema é "O Senhor Ibrahim e as Flores do Corão". O teatro é por Eric-Emmanuel Schmitt (filósofo e escritor) e a encenação de João Maria André.

"Tudo se passa numa loja que é um bazar. Para cá da loja, fica a cidade de Paris, com todo o mundo que aí chega e que daí parte. Para lá da loja, ou melhor, lá no seu fundo, no mais fundo do seu interior, há o calor de uma casa, onde mora o Senhor Ibrahim e que na cumplicidade dos gestos e do olhar, acolhe também o pequeno Momô, e onde ele aprende que há formas de pensar que são doenças e que há pessoas que vivem mais quando aprendem a andar livremente por dentro do mundo e do pensamento."

Eu  tenho quase a certeza que não poderei ir ver a peça na sua encenação realizada no dia 5 de Abril às 22 horas, mas que espero vê-la numa nova data.
De qualquer formo aconselho a todos os que tenham disponibilidade que o façam e que levem a família, pois são 5 euros apenas por pessoa.

Podem consultar mais informações no Link Abaixo:

http://www.cineteatroestarreja.com/evento.php?id=115

Escrevo também este post pois corre um cartaz por várias mesquitas do país com um pedido a todas as pessoas interessadas em doar sangue, para se deslocarem no dia 4 de Abril , ou seja na próxima sexta-feira, à Mesquita Central de Lisboa, onde poderão efectuar o processo tal como seria no hospital, e poderão ajudar muitas pessoas que dele necessitam neste país.

Se não sabem ao certo a localização da mesquita podem consultar o seguinte tópico:

http://islamnet.blogs.sapo.pt/145876.html

Salams,
Islamnet.eu


Salams.

Owais Qadri lança agora um novo álbum e esta é das músicas que mais passa na televisão via satélite, em canais como o Peace TV, Islam Channel ou QuranTv(QTV). "Rang" significa cor, e é isto que de uma forma metafórica, neste Nasshed, Owais Raza Qadri pede ao nosso Maula, Mustafah, Nabih (Profeta Muhammad S.A.W.).

Deixo o vídeo, onde podem ver o Naat original "Mujhe Rang de Maula" deOwais Qadri:


27
Mar 08
Salams.

Há uns dias atrás, um casal de amigos meus encontraram-se comigo. Tivémos uma longa conversa, daquelas que se tem só mesmo com os melhores amigos. Mas desta vez parece que eles vinham só dizer-me que iam para o Dubai passar umas férias (deixem-me referir que eles não são muçulmanos). Daí, e sabendo que o Dubai é um país de um grau de desenvolvimento elevado e de que é a ponte entre o Oriente e o Ocidente perguntaram-se qual seria o vestuário mais adequado para se vestir num país destes.

Eu acabei por lhes explicar da forma mais simples: O Dubai possui uma grande maioria de população muçulmana, mas o Dubai está fortemente ligado ao turismo e já mais de metade das casas que lá estão pertencem a estrangeiros, o Dubai possui um dos aeroportos mais movimentados do mundo e o Dubai é um grande centro de negócios.

Pelo facto do Dubai estar fortemente vocacionado para o turismo e negócios tem de estar preparado para receber população dos 4 cantos do mundo e portanto requisitos quando a vestuários não existem. Se vem do Oriente visitar o Dubai vista o que veste no seu país, se vem do Ocidente visitar este país, vista também o que veste no seu país.



É por isso que eu gosto do Dubai, pelo encontrar e relacionar das mais diversas culturas. Lá pode conhecer qualquer pessoa, rica ou pobre, do Oriente ou do Ocidente, de um país tropical ou de outro mais frio. Fantástico, não é?

Salams


 

Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds

Free chat widget @ ShoutMix
pesquisar
 
blogs SAPO