14
Jan 07
Pelo menos 20 estudantes foram detidos este domingo quando se manifestavam frente à Kala Academy, onde decorria o doutoramento Honoris Causa do Presidente da República português, Cavaco Silva, atribuído pela Universidade de Goa. Os alunos protestavam contra a entrega deste grau académico a um cidadão estrangeiro.


Os manifestantes empunhavam cartazes escritos em inglês e hindi, exibindo palavras de ordem como "abaixo o imperialismo" e "14 de Janeiro - Dia negro para a Universidade de Goa", segundo avança a rádio 'TSF'.



O incidente ocorreu frente à Kala Academy, onde decorreu o doutoramento em literatura de Cavaco Silva.

A organização estudantil criticou o facto de a Universidade de Goa ter escolhido um cidadão estrangeiro para atribuir pela primeira vez o doutoramento Honoris Causa, defendendo que essa distinção devia ser dada a goeses ou indianos.

Cavaco Silva não viu nem ouviu os protestos mas teve conhecimento do incidente e não ficou incomodado. Em declarações aos jornalistas que o acompanham na visita à Índia, após a cerimónia de doutoramento, o Presidente da República desvalorizou a manifestação. "Não estou incomodado. Até porque sei que quer as autoridades de Nova Deli quer as autoridades daqui (Goa) disseram que rejeitam completamente estas atitudes, muito minoritárias, contra Portugal", disse Cavaco Silva.

Correio da Manhã

Em consequência dos ataques que diariamente se registam na capital iraquiana




Nos últimos nove meses, 600 funcionários públicos perderam a vida em Bagdade em consequência de ataques armados lançados pela revolta ou grupos terroristas.

O governo iraquiano salienta, num comunicado oficial, que estes ataques causaram ainda numerosos feridos, a deterioração dos serviços proporcionados pela administração pública e grandes prejuízos materiais.

No texto é pedido aos membros do governo e a todos os iraquianos que se esforcem para proteger os funcionários que fornecem "serviços que têm por objectivo servir a cidade de Bagdade".


Jornal de Notícias

Salams,
Ok. já sabemos o que é mais visitado, isto no geral, porque posteriormente desenvolveremos.

Mas...e que hotel devo escolher?

Lista dos hotéis Lista de hotéis registados por Classificação

12
Jan 07

Salams,
A partir de hoje e ao longo dos próximos dias o IslamNet vai levar-lhe ao Dubai.
O desenvolvimento económico desta cidade, os grandes edifícios, as grandes construções etc. serão os temas abordados, que permitiram a construção do nosso dossier temático, sobre esta rota e destino árabe.
Vamos assim levar-lhe ao paráiso terrestre e fiscal.
Não percam!!!

um cheirinho......

Salams, parece que está disponível uma nova versão do Google Earth, com edifícioas a 3 dimensões e a cores, entre muitas outras funcionalidades. Eu já experimentei e dá para visitar muitos locais religiosos islâmicos, e cidades com edifícios a 3D, que nos podemos construir, como o Dubai, simplesmente  fantástico.  Faz o download neste site:



Google Eath

11
Jan 07
    Dubai, Emirados Árabes Unidos, 10 Jan (Lusa) - O Benfica, novamente no desempate nos pênaltis (5 a 4) e com três defesas do guardião Moreira, venceu nesta quarta-feira o Torneio de Dubai, após empate (0 a 0) na final, contra a Lazio, da Itália, no Estádio Rashid.

O primeiro lugar e a presença neste emirado árabe deram aos benfiquistas 1,15 milhão de euros (R$ 3,2 milhões), depois de já terem vencido o Bayern Munique, também sem nenhum gol nos noventa minutos, com a vitória garantida nas grandes penalidades (4 a 3).

O treinador do Benfica, Fernando Santos, só manteve o brasileiro Luisão, Manú e Simão Sabrosa no time escolhido para disputar o jogo decisivo do torneio, tentando assim poupar o plantel para outros compromissos, principalmente o jogo fora de casa contra o Acadêmica de Coimbra, segunda-feira, pela 15ª rodada do Campeonato Português.

No outro confronto do dia, o Bayern Munique assegurou o terceiro lugar, batendo o Olympique Marselha por 4 a 3.


Jogo

Aos 36min, Fonseca isolou Simão com um toque sutil, mas o goleiro veterano Peruzzi esteve bem na única oportunidade clara de gol dos benfiquistas em todo o primeiro tempo.

Antes do intervalo, os jogadores da Lazio, o quinto colocado na "Série A" italiana, tentaram contrariar o maior domínio do time luso com chutes de meia-distância, como o de Ledesma, aos 38min, mas falharam em todas as tentativas.

Rocchi, aos 17min do segundo tempo, teve uma boa ocasião para inaugurar o placar, mas a finalização, já depois de se livrar da marcação de Luisão, saiu por cima do travessão.

Aproveitando a expulsão do capitão do Lazio, Oddo, aos 39min, o Benfica forçou o ritmo e, em um escanteio cobrado por Paulo Jorge, Mantorras cabeceou forte, mas a bola estourou no travessão do Lázio.

Nos pênaltis, Tare foi o primeiro a permitir a defesa a Moreira, mas Mantorras, logo a seguir, atirou muito por cima do travessão. Os jogadores estiveram melhor que os goleiros até os 4 a 4, mas Moreira voltou a se esticar e defendeu a cobrança de Bonetto.

Contudo, o brasileiro Léo (ex-Santos), a quem bastava marcar para encerrar o campeonato, acertou no travessão e foi Moreira novamente quem defendeu o gol, desta vez cobrado pelo outro goleiro, Ballota, enquanto o "tiro" final coube ao estreante jovem lateral direito do Benfica Pedro Correia.

Agência Lusa/ Adaptado

O presidente da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) descreveu a queda do petróleo para os 53 dólares por barril como "inaceitável" e exigiu aos membros da organização que cumpram o compromisso de reduzir a produção.




O presidente da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) descreveu a queda do petróleo para os 53 dólares por barril como "inaceitável" e exigiu aos membros da organização que cumpram o compromisso de reduzir a produção.

"É muito difícil cumprir a 100% mas necessitamos efectuar os cortes que acordamos", disse Mohamed al-Hamli em entrevista telefónica à Bloomberg.

A OPEP, responsável pela produção de 40% do petróleo a nível mundial, acordou no quarto trimestre reduzir a produção em 1,7 milhões de barris por dia a partir de dia 1 de Fevereiro.

Esta medida seria para travar a queda do petróleo que já desvalorizou cerca de 13% desde o início do ano. A matéria-prima já cotou hoje abaixo dos 53 dólares por barril nos mercados internacionais, mínimos de Junho de 2005 porque a procura por energia caiu para mínimos em mais de dois anos.

O consumo de energia caiu 4% na semana passada uma vez que as temperaturas amenas provocaram uma queda na procura por petróleo de aquecimento.

Esta situação levou, por sua vez a um aumento nos stocks de destilados que avançaram o máximo em três anos, anunciou ontem o Departamento de Energia dos EUA.


Jornal de  Negócios

Salams,
Aqui está a terceira e última parte essencial sa mensagem do islão. Para consultar o filme inteiro, já sabem, YouTube.





10
Jan 07
Salams,
Sim, falar destes assunto é uma seca, como é óbvio é isso que pensas do Islão e isso não é o Islão.  Talvez os assuntos aqui abordados sejam uma grande seca, ou talvez não. Tenta descobrir a parte boa do islão, através de factos e valores.
Este não é um blog, um simples blog, não, aqui não se fala da vida própria, mas sim da vida quotidiana de todo e qualquer muçulmano. O nosso objectivo é esse dar a conhecer o islão, o nosso mundo, as nossas presspectivas, aquilo em que acreditamos, tudo o que nos leva a apaixonar por uma religião.
Como eu disse, vamos mostrar-vos a parte boa do islão, mas também a parte má, com aquilo que não concordamos, com aquilo que é contrário á nossa ideologia islâmica, relatar-vos os factos que não dizem respeito ao islão, com os quais não concordamos e que desejamos mostrar e exprimir a nossa palavra.
O Islão, é sinónimo de liberdade, de uma vida perfeita, é o caminho correcto a seguir nesta viagem, para que  no fim da linha, possamos dar razão áquilo em que acreditamos.
E é com esse intuíto que estamos aqui, somos só duas pessoas, que acreditamos, que temos fé, e que vos queremos mostrar o caminho recto, o caminho que devemos percorrer durante esta curta vida.
Este é o princípio para a descoberta...... www.islamnet.co.nr


Ensinar

Mostrar

Corrigir

Aprender

Ser ensinado

Ser corrigido


São os objectivos  de Islamnet

O presidente iraquiano, Jalal Talabini, defendeu esta quarta-feira o adiamento das execuções do meio-irmão de Saddam Hussein e ex-chefe dos serviços secretos, Barzan Ibrahim, e do antigo presidente do Tribunal Revolucionário, Awad Hamed al-Bandar, condenados à morte conjuntamente com o ex-ditador.

Os dois acusados foram condenados à morte por enforcamento depois de serem considerados culpados, como Saddam Hussein, de envolvimento no massacre de 148 muçulmanos xiitas, em 1982, depois de uma tentativa falhada de assassínio do antigo presidente iraquiano, na cidade de Dujail.

As execuções haviam sido adiadas para depois das festas muçulmanas de Ei dal-Adha, que terminaram há uma semana, tendo fontes oficiais iraquianas afirmado que os dois homens deviam ser enforcados brevemente, mas não foi fixada qualquer data.

“Na minha opinião devíamos aguentar as execuções”, afirmou o presidente iraquiano numa conferência conjunta com o embaixador dos EUA em Bagdad, Zalmay Khalilzad, acrescentando que a situação deveria ser examinada, sem dar mais pormenores.

Na terça-feira, o Primeiro-ministro iraquiano, Nuri al-Maliki, afirmou que Zalmay Khalilzad lhe tinha pedido para adiar a execução do antigo presidente iraquiano pelo prazo de dez dias a duas semanas, mas adiantou que o pedido foi rejeitados pelas autoridades. Recorde-se que a execução de Saddam Hussein, no passado dia 30 de Dezembro, desencadeou uma vaga de críticas a nível internacional contra o Governo iraquiano.

2007-01-10 - 14:01:00
Correio da Manhã


Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds

Free chat widget @ ShoutMix
pesquisar
 
blogs SAPO