02
Mai 08
Muitos de nós não sabem a importância do Duá, da Súplica a Allah, dos pedidos que nós fazê-mos ao Profeta para ele os levar a Allah e conseguir a sua acecção. Quem é que não tem problemas? Quem é que tem tudo? Quem não tem desejos? Para consigo mesmo, para com os filhos, para com os mais? Quem não tem isso? Quem é que não precisa da misericórdia de Allah, o Todo o Poderoso?

Todos os Muçulmanos devem pedir a Allah, com uma força e intenção que supere tudo e todos, para que Ele nos oiça e aceite os nossos pedidos.
Nós na vida, a poucas pessoas podemos pedir alguma coisa. A ganância rege este mundo e muito dificilmente alguém terá compaixão suficiente para nos ajudar em qualquer coisa que seja. Nesses casos, Allah está sempre livre, Allah está sempre disposto a nos ajudar.

Deixo aqui um Duá por Hadhrat Mufti Nizamuddin Shamsai (Rahimullah)


"Ó Allah! Perdoa os nossos pecados. Ya Allah! Perdoa os nossos passos em falso. Ó Allah! Nós somos merecedores de culpa, nós somos transgressores, nós somos culpados, passámos toda a nossa vida em obediência aos nossos desejos. Ó Senhor que és piedoso!
Colocando este "dunya" à nossa frente, nós fomos na verdade afectados por ele e fomos tragados pelo seu Yaqeen e tornámo-nos pesquisadores dele e perdemos e desperdiçámos todas as nossas habilidades nele. Ó Allah! Perdoa esta horrenda transgressão de recaída nos nossos esforços, esta transgressão horrenda na qual centenas de ofensas aí estiveram e onde centenas de bens interiores, aqueles que nos são mais preciosos, foram roubados. Ó Senhor! A mudança deste esforço, esta é a nossa abominável transgressão, perdoa a todo este povo (O Ummah do profeta S.A.W) esta transgressão, deixando o esforço e a luta que Muhammad (Sallallahu Alayhi Wasallam) fez por nós em vão. Fazer de conta que esse esforço não existiu é o nosso maior crime, esquecer tudo isso e ainda por cima cometer este tipo de actos é o mesmo que fazer de conta que o esforço e os combates do nosso profeta não existiram. Ó Allah perdoa-nos todas as transgressões e esquecimentos à Tua obra, perdoa-nos cada um dos nossos pecados e cada um dos nosso enganos.

Ó Allah! Perdoa os nossos pecados que estão na linha da afluência e os nossos pecados que estão na linha do gasto, bem como aqueles que estão relacionados com matérias sociais. Ó Allah, em todas as linhas nós estamos como que afogados num oceano de pecados. Ó Allah! Não temos forma de sair disto, como é que um afogado consegue sair do mar por sim próprio? Só aquele que não está afogado é que o pode retirar. Ó Allah! nós estamos todos afogados e Tu és o único, És aquele que não o está e És o único que nos pode retirar. Ó Allah! Tira-nos destes rios de pecados, leva-nos e encaminha-nos na senda recta, pela Tua misericórdia. Ó Misericordioso! Tira-nos do rio dos da desobediência através da Tua misericórdia. Ó Allah! Pela Tua misericórdia ajuda-nos e leva-nos para a "estrada da obediência".

Ó Allah! Acompanha-nos ao cume das montanhas dos sacrifícios. Ó Allah! Aceita-nos peolo esforço do "deen", aceita-nos a todos pelo esforço do "Deen", pelo esforço no Ilm, pelo esforço no Iman, pelo esforço no Ibaadah, pelo esforço no Zikr, pelo esforço no Akhlaq, pelo esforço do Hajj, do Jejum, pelo esforço no zakat, concede-nos a nós o completo Tawfiq e esforço de trazer todas estas obrigações e adorações de volta aos caminhos de Muhammad (salalaho Aleihe wa Salam) no seu tempo. Ó Allah, Ó Allah, retira-nos também todos os pecados em todos os aspectos na nossa vida. Ó Allah! Guarda somente aquelas acções em matérias sociais.
(...)"

(Swan Yusufi: 377-387)

Fonte do Duá:

http://truelife200vi.wordpress.com/2008/01/02/a-dua-of-hadhrat-maulana-yusuf-kandhalvi/

Salams. Islamnet.eu






08
Abr 08
Salams.

Todos os muçulmanos rezam as suas orações numa direcção, a chamada direcção de Qiblah. Este Qibla refere-se ao Kabah que está em Meca/Mackah, e é na direcção de Meca que todos os muçulmanos rezam as 5 orações, Fajr, Zohor, Assr, Maghrib e Isha, bem como todos os outros nafils e sunnats que podem ser rezados e outros que são determinados para certas épocas do ano islâmico, como o Ramadhan (Ramadão).

No Islão só há um Livro que é primeiro e que está por cima de todo e qualquer hadice ou pregação, o Alcorão, mas no Islão existe também uma única direcção para onde se deve rezar, Meca. Todavia, existe em Madinah uma mesquita em que o profeta permitiu que se rezasse tanto para a direcção de Meca como para a direcção de Jerusalém, Al-Aqsa (não me recordo ao certo o nome da mesquita, mas chama-se de uma forma comum por " Mesquita de 2 Qiblas") No Alcorão, Allah afirma:

“ Aonde quer que vás, orienta o teu rosto para a Sagrada Mesquita. Onde quer que estejais, voltai vossos rostos na sua direção”. (Surah 2, vers. 150)

Antigamente, e no tempo do profeta e até mesmo nomeadamente durante a ocupação da Península Ibérica, não haviam bússulas como existem hoje para determinarmos a direcção de Qibla. Os nossos antepassados construíam então determinados pólos ou seguiam-se por montanhas e coisas do género para determinarem a direcção. Os mirantes das mesquitas eram também direccionados para Meca permitindo uma fácil adaptação a todos os povos.

Para além disso, haviam sempre os métodos mais tradicionais, mas só os conhecedores desses métodos é que possuiam a capacidade de determinar a direcção.

Actualmente, em qualquer loja que venda tapetes para orações, relógios para o Azan e coisas do género, mesmo em Lisboa, no Martim Moniz, Odivelas ou Laranjeiro poderá encontrar umas bússulas que têm predefenida a direcção para se rezar para Meca, e basta-nos ver o código e acertar os ponteiros. Pode parecer difícil, mas comprando uma bússula destas perceberão logo o que estou a tentar explicar.

Mas imaginemos que não existe nenhuma mesquita orientada, não existe bússula alguma , e estamos por exemplo num  hotel  em viagem  num país não muçulmano. Não poderemos possivelmente pedir ajuda a alguém que lá viva, logo teremos que fazer um esforço para tentarmos delinear o trajecto desde a última mesquita/local em que estivemos a rezar, e tentar descubrir a orientação exacta.

Porém, se não conseguirmos determinar a orientação, devemos rezar na direcção que mais nos convier e que acharmos mais correcta. Se durante a oração, alguém nos vier dizer que estamos a rezar para uma direcção errada devemos corrigir e continuar a rezar sem interromper a oração.

Por outro lado, muitos se questionam da posição na oração. O Nosso Profeta S.A.W. diz-nos que se estivermos doente, se estivermos em fuga de um ataque ao inimigo (referindo-se aos tempos mais antigos), devemos rezar na posição que mais nos convier, deitado, sentado, ou "no cavalo", se for caso disso. A posição base e obrigatória para todos os outros casos é de pé.

Muitos de nós, quando estão no avião ou num barco não conseguem ter noção da direcção para onde rezar, pois estes meios de transporte curvam constantemente. Nesses casos, não é preciso orientarmo-nos de forma nenhuma, pois qualquer direcção em que se reze será aceite.

Salams
islamnet.eu


 


31
Mar 08
Salams.

Hoje, para não estar a escrever dois posts e para que possam receber mais cedo tudo logo no vosso RSS decidi juntar estes temas e falar deles num só.

No Fórum MyCiw falava-se por um dos membros deste que iria haver um teatro em Estarreja cujo tema é "O Senhor Ibrahim e as Flores do Corão". O teatro é por Eric-Emmanuel Schmitt (filósofo e escritor) e a encenação de João Maria André.

"Tudo se passa numa loja que é um bazar. Para cá da loja, fica a cidade de Paris, com todo o mundo que aí chega e que daí parte. Para lá da loja, ou melhor, lá no seu fundo, no mais fundo do seu interior, há o calor de uma casa, onde mora o Senhor Ibrahim e que na cumplicidade dos gestos e do olhar, acolhe também o pequeno Momô, e onde ele aprende que há formas de pensar que são doenças e que há pessoas que vivem mais quando aprendem a andar livremente por dentro do mundo e do pensamento."

Eu  tenho quase a certeza que não poderei ir ver a peça na sua encenação realizada no dia 5 de Abril às 22 horas, mas que espero vê-la numa nova data.
De qualquer formo aconselho a todos os que tenham disponibilidade que o façam e que levem a família, pois são 5 euros apenas por pessoa.

Podem consultar mais informações no Link Abaixo:

http://www.cineteatroestarreja.com/evento.php?id=115

Escrevo também este post pois corre um cartaz por várias mesquitas do país com um pedido a todas as pessoas interessadas em doar sangue, para se deslocarem no dia 4 de Abril , ou seja na próxima sexta-feira, à Mesquita Central de Lisboa, onde poderão efectuar o processo tal como seria no hospital, e poderão ajudar muitas pessoas que dele necessitam neste país.

Se não sabem ao certo a localização da mesquita podem consultar o seguinte tópico:

http://islamnet.blogs.sapo.pt/145876.html

Salams,
Islamnet.eu


Salams.

Owais Qadri lança agora um novo álbum e esta é das músicas que mais passa na televisão via satélite, em canais como o Peace TV, Islam Channel ou QuranTv(QTV). "Rang" significa cor, e é isto que de uma forma metafórica, neste Nasshed, Owais Raza Qadri pede ao nosso Maula, Mustafah, Nabih (Profeta Muhammad S.A.W.).

Deixo o vídeo, onde podem ver o Naat original "Mujhe Rang de Maula" deOwais Qadri:


27
Mar 08
Salams.

Há uns dias atrás, um casal de amigos meus encontraram-se comigo. Tivémos uma longa conversa, daquelas que se tem só mesmo com os melhores amigos. Mas desta vez parece que eles vinham só dizer-me que iam para o Dubai passar umas férias (deixem-me referir que eles não são muçulmanos). Daí, e sabendo que o Dubai é um país de um grau de desenvolvimento elevado e de que é a ponte entre o Oriente e o Ocidente perguntaram-se qual seria o vestuário mais adequado para se vestir num país destes.

Eu acabei por lhes explicar da forma mais simples: O Dubai possui uma grande maioria de população muçulmana, mas o Dubai está fortemente ligado ao turismo e já mais de metade das casas que lá estão pertencem a estrangeiros, o Dubai possui um dos aeroportos mais movimentados do mundo e o Dubai é um grande centro de negócios.

Pelo facto do Dubai estar fortemente vocacionado para o turismo e negócios tem de estar preparado para receber população dos 4 cantos do mundo e portanto requisitos quando a vestuários não existem. Se vem do Oriente visitar o Dubai vista o que veste no seu país, se vem do Ocidente visitar este país, vista também o que veste no seu país.



É por isso que eu gosto do Dubai, pelo encontrar e relacionar das mais diversas culturas. Lá pode conhecer qualquer pessoa, rica ou pobre, do Oriente ou do Ocidente, de um país tropical ou de outro mais frio. Fantástico, não é?

Salams


 

26
Mar 08
Quando sair de casa, por qualquer motivo e para onde quer que vá, deve recitar o seguinte duá:


Bismilahi Tawakaltú Alalahi Lá hawla wa la kuwata ilá bilá hil alihil Azim

1)Eu apareço com o nome de Allah, Eu coloquei a minha confiança em Allah. A força de se abster-se dos pecados e continuar as boas acções vem só de Allah (Shami , Vol.1  pg. 85))

2) Age com dignidade. Não corras (no caso de uma saída de casa para a mesquita) (Ibne Majah)


25
Mar 08
Quando retornar a casa, deve, ao entrar, cumprimentar todos os que lá estejam com Salam. Depois deve recitar o seguinte duá:


EDIT(25/03/08):
Allahuma Iní Ass Aluka ghairal Maulaji wa ghairal maghrá gi bismilahi walajna wa bissmilahi gharaj ná wa Álalahu rabina tawakalná.


(Abu Dawood)


Ó Allah, peço-te uma boa entrada e uma nobre saída. Com o nome de Allah nós entrámos e com o nome de Allah nós saímos e com Allah guardámos a nossa confiança.

Salams.

Cada vez maiores são os apelos ao diálogo e aos actos pacíficos, mas cada vez mais existem monólogos que de pouco ou nada servem já que os actos do Homem de nada de pacífico possuem. É com a intenção de mais uma vez, promover-se o diálogo entre Muçulmanos, Cristãos e Judeus que o Rei Abdallah vem falar e pedir a união de todas as comunidades de fé, pois o Ateísmo continua a crescer e o Rei quer proteger a humanidade da decadência. Como tal o Rei Abdallah está neste momento a desenvolver um projecto com esse objectivo.

Podem consultar a notícia da RTP aqui

Salams

23
Mar 08
Muitos de nós já se casaram, outros, nem por isso. Uns já o sabem, outros queriam ter sabido e outros ainda querem saber. Então, quais são os sunnats que o Nosso Amado Profeta nos deixou em relação ao Nikah?

1) Um Sunnat nikah é aquele que é simples, sem grandes formalidades e/ou disputas sobre dotes e coisas do género (Mishkaat)

2) É sunnat que seja uma pessoa piedosa e religiosa a conduzir o Nikah, e a essa pessoa deve ser feito um convite e uma proposta à priori 8 (.(Mishkaat-Vol.2, pg.267-narrado de Abu Hurairah)

3) Se o Nikah for numa sexta-feira e se for no mês de Shawwal, é mais uma sunnat que pudemos acrescentar (Mirqaat- Vol.6 pg.210 e 217)

4) O Nikah deve ser anunciado e toda a comunidade muçulmana deve ser convidada, não havendo convites individuais ou particulares(Miskaat- Vol.2, pg.272)

5) Apesar de já não ser tão usual, é normalmente fixado um valor simbólico, e somente com esse tipo de valor, de dote (Mehr). Assim, é mais um Sunnat (Miskaat- Vol.2, pg.272)

6) Na primeira noite, após o casal se retirar, o marido deve pôr a mão na testa da mulher e recitar este duah:



(Abu Dawood, Ibne Majah)

Tradução:
Ó Allah eu peço tudo de bom desta mulher e os benefícios dos seus bons hábitos e do seu carácter. Eu peço a tua protecção dos braços do Sheitwan e dos hábitos e caracteres que podem advir deste.


22
Mar 08
Salams.

Há poucos dias atrás falámos em como tentar aperfeiçoar o àrabe com as crianças que já aprendem esta língua, e também tinhamos falado de que na Alemanha havia sido liberado o ensino religioso islâmico nas escolas. Pois então, a Alemanha continua a querer que a comunidade islâmica se integre mais na sociedade promovendo um vário leque de acções.

Desta vez, foi editado um livro em forma de Banda Desenhada que conta as raízes e forma do aparecimento da religião e da fé Islâmicas. O Livro está já à venda neste país e é destinado ao público infantil que queira saber mais sobre o islão, mas também para os milhões de muçulmanos e de crianças muçulmanas que vivem naquele país e que pretendem perceber de uma forma mais lúdica as bases do islão, respondendo a perguntas que muitas vezes são dificilmente entendidas pelos pais dessas crianças.

O Mais interessante de tudo é que a obra foi publicada com o apoio dos Museus de Berlim e de duas mais fundações.

Pode ser encontrada a notícia na sua íntegra no jornal online G1 da Globo Brasil:

Clique aqui

Salams
Islamnet.eu


Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Free chat widget @ ShoutMix
pesquisar
 
blogs SAPO