02
Set 08

Salams,

 

E assim temos o nosso trabalho concluído. Podem visitar-nos em islamnet.eu, o novo blog, com um novo design e um novo logotipo, com uma nova plataforma que nos vai permitir evoluir muito mais do que pensamos.

 

Não há muito a dizer, simplesmente visitem-nos em islamnet.eu

 

Salams

publicado por mh às 14:51

15
Ago 08

Salams. Como sempre, todos os anos, temos a noite de Shabe Barat, e torna-se essencial saber o quer rezar e quando rezar. Tal como nos anos passados, deixo em baixo a folha para imprimirem, fazerem download e lerem sobre tudo o que deve ser feito nesta noite!

 

shabe barat - Upload a Document to Scribd
Read this document on Scribd: shabe barat

 

publicado por mh às 11:49

05
Ago 08

Salams. A cada ano que vai passando o Ramadhan vai começando mais cedo em relação ao calendário gregoriano. Isto deve-se sobretudo ao facto dos meses serem mais pequenos no nosso Calendário.

 

Ora, em Portugal, este ano o Jejum tornar-se-à mais longo, com o Iftar perto das 20 horas. O Ramadão deverá começar no dia 1 de Setembro (a data pode sempre alterar segundo as fases da lua). Logo, o primeiro Tarawee poderá ser um dia antes.

 

Alcorão 2.184 . "Jejuareis determinados dias; porém, quem de vós não cumprir jejum, por achar-se enfermo ou em viagem, jejuará, depois, o mesmo número de dias. Mas quem, só à custa de muito sacrifício, consegue cumpri-lo, vier a quebrá-lo, redimir-se-á, alimentando um necessitado; porém, quem se empenhar em fazer além do que for obrigatório, será melhor. Mas, se jejuardes, será preferível para vós, se quereis sabê-lo."

 

A Al-Furqan em colaboração com a Donanur tem já os calendários online para download para as várias regiões de Portugal. Podem consultar aqui todos os horários. Não deixem de ir ás mesquitas para que assim possam confirmar o primeiro dia de Ramadão.

 

Neste link, podem imprimir directamente os Horários para Lisboa e oferecer aos vossos amigos e familiares.

 

Gostaria que se alguém conhecesse os horários previstos para Moçambique e Brasil, que nos enviasse para o seguinte e-mail:

 

geral@islamnet.eu

 

Porquanto procurarei saber esses horários através de amigos e familiares que tenho nesses países. Espero conseguir colocá-los a tempo e horas.

 

Estamos com algumas alterações no islamnet.eu que irão culminar com a transferência do blog para uma plataforma Wordpress, visto que a "Sapo", tem vindo a facilitar as transferências (exportações).

 

Desde já, desejo um Ramadhan Mubarak para todos os Muçulmanos!

 

 

Salams

 


01
Jun 08

Salams. Todos nós muçulmanos actualmente temos o Quran TV e muitas vezes passa a publicidade da Sahulaat Bazzar, a anunciar este ou aquele producto, mostrando apenas um excerto do áudio, já que se trata de espaço publicitário. Agora, com a globalização e com a evolução tecnológica todos nós podemos comprar estes CD's, DVD's via internet, e o custo fica sempre inferior a 10, 20 euros. Portanto, não se esqueçam de ir ver outras colecções aqui. Nota para o facto de não haverem custos alfandegários, já que não é dos Estados Unidos ou de fora de União Europeia, mas sim do Reino Unido.

 

Deixo, de todo o modo, um Naat desses que passa no QTV para ouvirem. Qualquer tipo de download é proibido.

 

Salams

 

 

 

 

Créditos Áudio

Créditos Imagem


21
Mai 08

Salams.

 

Hoje de manhã, tive uma aula normal de uma disciplina, em que faláva-mos de um livro e onde num dado momento aparece uma referência a São João Baptista (não quero entrar em erro, não sei se é esse o nome em questão) indirectamente, isto pois haviam alguns aspectos da cultura cristã que foram referenciados no livro, mas o nome da Pessoa foi posteriormente posto em questão por parte da professora. Partiu do princípio que todos eramos cristãos e resolvem coloca-la.

 

Ninguém respondeu, 30 alunos eram cristãos, 1 era ateu e eu que era o muçulmano. Logo, começou com um discurso em que concluía que éramos uns incultos, mal educados, etc. já que afirmava que a cultura cristã deveria ser transmitida de geração em geração.

 

Eu não tenho nada contra, mas reparei que a própria professora acabou por tentar dizer que quem não sabe nada sobre Cristianismo não está integrado na cultura portuguesa, olhando para mim intensamente . O f é, eu sei o que é o cristianismo, o catolicismo, eu sei o que são as bases daquela religião, sei o essencial, e sei tudo o que não me faz mudar de religião, e que não me faz mudar para essa religião. Mas para estar integrad tenho que saber  que foi São João Baptista?

 

Mas é claro que não. Eu sinto-me muito bem integrado na sociedade portuguesa, sinto-me como se Portugal fosse o meu país, e é! Mas terei que saber esse tipo de pormenores que nem os próprios cristãos, católicos o sabem? Será que eu é que sou um dos culpados por eles não saberem? Fui eu que os desvirtuei e lhes disse que se deve ser cristão unicamente pelo nome?

 

Não me parece...

 

Salams


06
Mai 08
Salams.

Eu não compensei este fim-de-semana todo o trabalho de posts que devia ter feito, mas a razão é simples e cruél, estou "atolado" de exames pela frente e a possibilidade de criar um post com conteúdo tem sido difícil. Mas isso não quer dizer que que estarei ausente do site, muito pelo contrário, tenho a certeza que acabarei por ter uma certa vontade de cá vir para escrever sobre Esta Magnífica Religião que é o nosso Islão.

Deixando esses assuntos à parte, soube-se que o repórter Sudanês da Al-Jazeera foi libertado esta semana. Aliás o próprio cana tem focado este assunto muito nos últimos tempos e agora com a libertação, por assim dizer, não se fala noutra coisa.

Eu acho que se devia fazer o contrário? Foi libertado e cala-se? Não, definitivamente não. Existe um longo processo a partir de agora de tentar apurar ainda melhor o que se passa em Guantanamo, com cada vez mais pessoas inocentes a serem libertadas.

À poucos dias, passou na Sic Notícias um programa, não me recordo se era o "Toda a Verdade" ou o "60 minutos", em que havia um convertido ao islão que foi de viagem ao Paquistão para aprofundar os seus estudos. O facto é que quando estava a ir embora desse país, e pelos polícias terem notado que "havia um estrangeiro integrado em paquistaneses", rapidamente prenderam-no e aquele foi enviado para o Afeganistão, misturado com possíveis terroristas talibãs e foi enviado para Guantanamo. Praticamente só 7 anos depois foi libertado. Perdeu toda uma vida, perdeu a mulher que entretanto casou-se e muito mais.

Guantanamo = Justiça????

Voltando ao assunto temático, Sami Al-Hajj denuncia as condições "extremamente difíceis" e os insultos ao Islão naquela prisão.

"Havia várias violações. Éramos privados de rezar e havia (...) insultos deliberados contra o Livro Santo (Corão)", declarou à Al-Jazeera Sami al-Haj, no Hospital de Cartum.

Haj chegou a Cartum num avião militar norte-americano, juntamente com outros ex-prisioneiros sudaneses em Guantanamo.

Há sete anos que estava preso, pelo que não conhecia, até agora, o filho, da mesma idade.

Capturado em Dezembro de 2001 na fronteira afegã pelos militares paquistaneses, Sami al-Haj foi detido em Guantanamo.

Nunca foi, porém, condenado, pelo que várias organizações de defesa dos diretios do Homem se mobilizaram contra o caso.

"Temos o direito de verter lágrimas de alegria depois desses difíceis anos de humilhação, perseguição e injustiça que vivemos sem nehuma razão, excepto por acreditarmos no Senhor Todo Poderoso", declarou.

Interrogado pela Agência France Press, o irmão do repórter de imagem comentou:
"Não acreditamos que seja a mesma pessoa. Tem 30 e tal anos e parece ter 90. Exigimos às organizações humanitárias que enviem uma equipa de especialistas dignos de confiança de Cartum para que procedam aos exames e análises necessários".

Fonte da Notícia

02
Mai 08
Muitos de nós não sabem a importância do Duá, da Súplica a Allah, dos pedidos que nós fazê-mos ao Profeta para ele os levar a Allah e conseguir a sua acecção. Quem é que não tem problemas? Quem é que tem tudo? Quem não tem desejos? Para consigo mesmo, para com os filhos, para com os mais? Quem não tem isso? Quem é que não precisa da misericórdia de Allah, o Todo o Poderoso?

Todos os Muçulmanos devem pedir a Allah, com uma força e intenção que supere tudo e todos, para que Ele nos oiça e aceite os nossos pedidos.
Nós na vida, a poucas pessoas podemos pedir alguma coisa. A ganância rege este mundo e muito dificilmente alguém terá compaixão suficiente para nos ajudar em qualquer coisa que seja. Nesses casos, Allah está sempre livre, Allah está sempre disposto a nos ajudar.

Deixo aqui um Duá por Hadhrat Mufti Nizamuddin Shamsai (Rahimullah)


"Ó Allah! Perdoa os nossos pecados. Ya Allah! Perdoa os nossos passos em falso. Ó Allah! Nós somos merecedores de culpa, nós somos transgressores, nós somos culpados, passámos toda a nossa vida em obediência aos nossos desejos. Ó Senhor que és piedoso!
Colocando este "dunya" à nossa frente, nós fomos na verdade afectados por ele e fomos tragados pelo seu Yaqeen e tornámo-nos pesquisadores dele e perdemos e desperdiçámos todas as nossas habilidades nele. Ó Allah! Perdoa esta horrenda transgressão de recaída nos nossos esforços, esta transgressão horrenda na qual centenas de ofensas aí estiveram e onde centenas de bens interiores, aqueles que nos são mais preciosos, foram roubados. Ó Senhor! A mudança deste esforço, esta é a nossa abominável transgressão, perdoa a todo este povo (O Ummah do profeta S.A.W) esta transgressão, deixando o esforço e a luta que Muhammad (Sallallahu Alayhi Wasallam) fez por nós em vão. Fazer de conta que esse esforço não existiu é o nosso maior crime, esquecer tudo isso e ainda por cima cometer este tipo de actos é o mesmo que fazer de conta que o esforço e os combates do nosso profeta não existiram. Ó Allah perdoa-nos todas as transgressões e esquecimentos à Tua obra, perdoa-nos cada um dos nossos pecados e cada um dos nosso enganos.

Ó Allah! Perdoa os nossos pecados que estão na linha da afluência e os nossos pecados que estão na linha do gasto, bem como aqueles que estão relacionados com matérias sociais. Ó Allah, em todas as linhas nós estamos como que afogados num oceano de pecados. Ó Allah! Não temos forma de sair disto, como é que um afogado consegue sair do mar por sim próprio? Só aquele que não está afogado é que o pode retirar. Ó Allah! nós estamos todos afogados e Tu és o único, És aquele que não o está e És o único que nos pode retirar. Ó Allah! Tira-nos destes rios de pecados, leva-nos e encaminha-nos na senda recta, pela Tua misericórdia. Ó Misericordioso! Tira-nos do rio dos da desobediência através da Tua misericórdia. Ó Allah! Pela Tua misericórdia ajuda-nos e leva-nos para a "estrada da obediência".

Ó Allah! Acompanha-nos ao cume das montanhas dos sacrifícios. Ó Allah! Aceita-nos peolo esforço do "deen", aceita-nos a todos pelo esforço do "Deen", pelo esforço no Ilm, pelo esforço no Iman, pelo esforço no Ibaadah, pelo esforço no Zikr, pelo esforço no Akhlaq, pelo esforço do Hajj, do Jejum, pelo esforço no zakat, concede-nos a nós o completo Tawfiq e esforço de trazer todas estas obrigações e adorações de volta aos caminhos de Muhammad (salalaho Aleihe wa Salam) no seu tempo. Ó Allah, Ó Allah, retira-nos também todos os pecados em todos os aspectos na nossa vida. Ó Allah! Guarda somente aquelas acções em matérias sociais.
(...)"

(Swan Yusufi: 377-387)

Fonte do Duá:

http://truelife200vi.wordpress.com/2008/01/02/a-dua-of-hadhrat-maulana-yusuf-kandhalvi/

Salams. Islamnet.eu






13
Abr 08
"Por ventura, não te encontrou (Deus) órfão e te amparou? Não te encontrou extraviado e te encaminhou? Não te achou necessitado e te enriqueceu? Portanto, não maltrates o órfão, Nem tampouco repudies o mendigo. Mas divulga a mercê do teu Senhor, em teu discurso"

(Alcorão 93:6 à 11)

Para verem melhor e com transliteração o Surah consultem:

http://myciw.org/modules.php?name=Alcorao&action=viewayat&surano=93

Salams. Hoje estava a ler o Alcorão, já próximo do fim e resolvi deixar aqui no blog esta passagem. Espero que reflictam da melhor forma, mas que após isso passem o vosso pensamento para um discurso e para o activo.

Salams
Islamnet.eu

08
Abr 08
Salams.

Todos os muçulmanos rezam as suas orações numa direcção, a chamada direcção de Qiblah. Este Qibla refere-se ao Kabah que está em Meca/Mackah, e é na direcção de Meca que todos os muçulmanos rezam as 5 orações, Fajr, Zohor, Assr, Maghrib e Isha, bem como todos os outros nafils e sunnats que podem ser rezados e outros que são determinados para certas épocas do ano islâmico, como o Ramadhan (Ramadão).

No Islão só há um Livro que é primeiro e que está por cima de todo e qualquer hadice ou pregação, o Alcorão, mas no Islão existe também uma única direcção para onde se deve rezar, Meca. Todavia, existe em Madinah uma mesquita em que o profeta permitiu que se rezasse tanto para a direcção de Meca como para a direcção de Jerusalém, Al-Aqsa (não me recordo ao certo o nome da mesquita, mas chama-se de uma forma comum por " Mesquita de 2 Qiblas") No Alcorão, Allah afirma:

“ Aonde quer que vás, orienta o teu rosto para a Sagrada Mesquita. Onde quer que estejais, voltai vossos rostos na sua direção”. (Surah 2, vers. 150)

Antigamente, e no tempo do profeta e até mesmo nomeadamente durante a ocupação da Península Ibérica, não haviam bússulas como existem hoje para determinarmos a direcção de Qibla. Os nossos antepassados construíam então determinados pólos ou seguiam-se por montanhas e coisas do género para determinarem a direcção. Os mirantes das mesquitas eram também direccionados para Meca permitindo uma fácil adaptação a todos os povos.

Para além disso, haviam sempre os métodos mais tradicionais, mas só os conhecedores desses métodos é que possuiam a capacidade de determinar a direcção.

Actualmente, em qualquer loja que venda tapetes para orações, relógios para o Azan e coisas do género, mesmo em Lisboa, no Martim Moniz, Odivelas ou Laranjeiro poderá encontrar umas bússulas que têm predefenida a direcção para se rezar para Meca, e basta-nos ver o código e acertar os ponteiros. Pode parecer difícil, mas comprando uma bússula destas perceberão logo o que estou a tentar explicar.

Mas imaginemos que não existe nenhuma mesquita orientada, não existe bússula alguma , e estamos por exemplo num  hotel  em viagem  num país não muçulmano. Não poderemos possivelmente pedir ajuda a alguém que lá viva, logo teremos que fazer um esforço para tentarmos delinear o trajecto desde a última mesquita/local em que estivemos a rezar, e tentar descubrir a orientação exacta.

Porém, se não conseguirmos determinar a orientação, devemos rezar na direcção que mais nos convier e que acharmos mais correcta. Se durante a oração, alguém nos vier dizer que estamos a rezar para uma direcção errada devemos corrigir e continuar a rezar sem interromper a oração.

Por outro lado, muitos se questionam da posição na oração. O Nosso Profeta S.A.W. diz-nos que se estivermos doente, se estivermos em fuga de um ataque ao inimigo (referindo-se aos tempos mais antigos), devemos rezar na posição que mais nos convier, deitado, sentado, ou "no cavalo", se for caso disso. A posição base e obrigatória para todos os outros casos é de pé.

Muitos de nós, quando estão no avião ou num barco não conseguem ter noção da direcção para onde rezar, pois estes meios de transporte curvam constantemente. Nesses casos, não é preciso orientarmo-nos de forma nenhuma, pois qualquer direcção em que se reze será aceite.

Salams
islamnet.eu


 


31
Mar 08
Salams.

Hoje, para não estar a escrever dois posts e para que possam receber mais cedo tudo logo no vosso RSS decidi juntar estes temas e falar deles num só.

No Fórum MyCiw falava-se por um dos membros deste que iria haver um teatro em Estarreja cujo tema é "O Senhor Ibrahim e as Flores do Corão". O teatro é por Eric-Emmanuel Schmitt (filósofo e escritor) e a encenação de João Maria André.

"Tudo se passa numa loja que é um bazar. Para cá da loja, fica a cidade de Paris, com todo o mundo que aí chega e que daí parte. Para lá da loja, ou melhor, lá no seu fundo, no mais fundo do seu interior, há o calor de uma casa, onde mora o Senhor Ibrahim e que na cumplicidade dos gestos e do olhar, acolhe também o pequeno Momô, e onde ele aprende que há formas de pensar que são doenças e que há pessoas que vivem mais quando aprendem a andar livremente por dentro do mundo e do pensamento."

Eu  tenho quase a certeza que não poderei ir ver a peça na sua encenação realizada no dia 5 de Abril às 22 horas, mas que espero vê-la numa nova data.
De qualquer formo aconselho a todos os que tenham disponibilidade que o façam e que levem a família, pois são 5 euros apenas por pessoa.

Podem consultar mais informações no Link Abaixo:

http://www.cineteatroestarreja.com/evento.php?id=115

Escrevo também este post pois corre um cartaz por várias mesquitas do país com um pedido a todas as pessoas interessadas em doar sangue, para se deslocarem no dia 4 de Abril , ou seja na próxima sexta-feira, à Mesquita Central de Lisboa, onde poderão efectuar o processo tal como seria no hospital, e poderão ajudar muitas pessoas que dele necessitam neste país.

Se não sabem ao certo a localização da mesquita podem consultar o seguinte tópico:

http://islamnet.blogs.sapo.pt/145876.html

Salams,
Islamnet.eu


Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds

Free chat widget @ ShoutMix
pesquisar
 
blogs SAPO