02
Mai 08
Muitos de nós não sabem a importância do Duá, da Súplica a Allah, dos pedidos que nós fazê-mos ao Profeta para ele os levar a Allah e conseguir a sua acecção. Quem é que não tem problemas? Quem é que tem tudo? Quem não tem desejos? Para consigo mesmo, para com os filhos, para com os mais? Quem não tem isso? Quem é que não precisa da misericórdia de Allah, o Todo o Poderoso?

Todos os Muçulmanos devem pedir a Allah, com uma força e intenção que supere tudo e todos, para que Ele nos oiça e aceite os nossos pedidos.
Nós na vida, a poucas pessoas podemos pedir alguma coisa. A ganância rege este mundo e muito dificilmente alguém terá compaixão suficiente para nos ajudar em qualquer coisa que seja. Nesses casos, Allah está sempre livre, Allah está sempre disposto a nos ajudar.

Deixo aqui um Duá por Hadhrat Mufti Nizamuddin Shamsai (Rahimullah)


"Ó Allah! Perdoa os nossos pecados. Ya Allah! Perdoa os nossos passos em falso. Ó Allah! Nós somos merecedores de culpa, nós somos transgressores, nós somos culpados, passámos toda a nossa vida em obediência aos nossos desejos. Ó Senhor que és piedoso!
Colocando este "dunya" à nossa frente, nós fomos na verdade afectados por ele e fomos tragados pelo seu Yaqeen e tornámo-nos pesquisadores dele e perdemos e desperdiçámos todas as nossas habilidades nele. Ó Allah! Perdoa esta horrenda transgressão de recaída nos nossos esforços, esta transgressão horrenda na qual centenas de ofensas aí estiveram e onde centenas de bens interiores, aqueles que nos são mais preciosos, foram roubados. Ó Senhor! A mudança deste esforço, esta é a nossa abominável transgressão, perdoa a todo este povo (O Ummah do profeta S.A.W) esta transgressão, deixando o esforço e a luta que Muhammad (Sallallahu Alayhi Wasallam) fez por nós em vão. Fazer de conta que esse esforço não existiu é o nosso maior crime, esquecer tudo isso e ainda por cima cometer este tipo de actos é o mesmo que fazer de conta que o esforço e os combates do nosso profeta não existiram. Ó Allah perdoa-nos todas as transgressões e esquecimentos à Tua obra, perdoa-nos cada um dos nossos pecados e cada um dos nosso enganos.

Ó Allah! Perdoa os nossos pecados que estão na linha da afluência e os nossos pecados que estão na linha do gasto, bem como aqueles que estão relacionados com matérias sociais. Ó Allah, em todas as linhas nós estamos como que afogados num oceano de pecados. Ó Allah! Não temos forma de sair disto, como é que um afogado consegue sair do mar por sim próprio? Só aquele que não está afogado é que o pode retirar. Ó Allah! nós estamos todos afogados e Tu és o único, És aquele que não o está e És o único que nos pode retirar. Ó Allah! Tira-nos destes rios de pecados, leva-nos e encaminha-nos na senda recta, pela Tua misericórdia. Ó Misericordioso! Tira-nos do rio dos da desobediência através da Tua misericórdia. Ó Allah! Pela Tua misericórdia ajuda-nos e leva-nos para a "estrada da obediência".

Ó Allah! Acompanha-nos ao cume das montanhas dos sacrifícios. Ó Allah! Aceita-nos peolo esforço do "deen", aceita-nos a todos pelo esforço do "Deen", pelo esforço no Ilm, pelo esforço no Iman, pelo esforço no Ibaadah, pelo esforço no Zikr, pelo esforço no Akhlaq, pelo esforço do Hajj, do Jejum, pelo esforço no zakat, concede-nos a nós o completo Tawfiq e esforço de trazer todas estas obrigações e adorações de volta aos caminhos de Muhammad (salalaho Aleihe wa Salam) no seu tempo. Ó Allah, Ó Allah, retira-nos também todos os pecados em todos os aspectos na nossa vida. Ó Allah! Guarda somente aquelas acções em matérias sociais.
(...)"

(Swan Yusufi: 377-387)

Fonte do Duá:

http://truelife200vi.wordpress.com/2008/01/02/a-dua-of-hadhrat-maulana-yusuf-kandhalvi/

Salams. Islamnet.eu






27
Abr 08
O Imam Ibn al-Salah al-Shahrazuri escreve no seu famoso Muqaddamah:

"Alguém que perde o seu tempo tentanto estudar com muitos professores somente para adquirir reputação de ter tido imensos professores e a fama que daí advém, não será bem sucedido.
As palavras de Ibn Hatim al-Razi não se referem a isto; que são, "Quando escreves um hadith, "pega" em tudo. Quando o transmites, sê selectivo"

[Muqaddamah Ibn Salah]


18
Abr 08
A palavra Islão, significa literalmente, obediência a Deus. Então, acreditar em Deus é a primeira base da fé islâmica, pois o ser humano deve acreditar em Deus para o obedecer. Porém, o Homem não pode ser obediente a não ser que saiba a quem ser obediente e como sê-lo. Isto parece muito confuso e complicado, mas de facto não o é. Vejamos um exemplo: Um servidor não pode servir o seu Mestre a não ser que aquele saiba algumas "bases" do Mestre para O poder identificar e seguir as suas ordens.

Toda a humanidade está, desde à nascença, tendenciada para acreditar na existência de Deus, e na sua unicidade e perfeição. Ele é o criador de tudo na terra e nos céus. Ele legisla e de certo modo sustenta o Universo e não existe ninguém, que consiga fazer o que ele faz. Ele não é um génio malígno como muitos afirmaram e afirmam, pois ele não engana, ele é PERFEITO. Ele deu ao universo um completo código de vida:

"Glorificado seja Quem criou pares de todas as espécies, tanto naquilo que a terra produz como no que eles mesmos geram, e ainda mais o que ignoram. E também é sinal, para eles, a noite, da qual retiramos o dia, e ei-los mergulhados nas trevas! E o sol, que segue o seu curso até um local determinado. Tal é o decreto do Onisciente, Poderosíssimo. E a lua, cujo curso assinalamos em fases, até que se apresente como um ramo seco de tamareira. Não é dado ao sol alcançar a lua; cada qual gira em sua órbita; nem a noite, ultrapassar o dia." (Ya-sin 36:36 a 36:40, tradução Myciw.org )

Será que nós podemos ter a percepção da sua existência? De acordo com o conhecimento que foi transmitido pelo Profeta Muhammad (SAW-Que a paz esteja com ele) e pelos seus companheiros (que Allah os tenha), aos seus sucessores e a todos os outros muçulmanos (que Allah os mantenha em paz a todos), Deus pode ser percebido pela Humanidade através das suas qualidades divinas e pelos seus atributos também divinos.

As Suas qualidades divinas são:

1. Ele é o Opmipresente
2. Ele é o "Eterno"
3. Ele é o Incessante
4. Ele é Único
5. Ele é diferente daqueles que criou (nós, seres imperfeitos; os animais; o mundo)
6. Ele é Sustenta-se a si próprio

Os seus atributos são:

1. Ele é o Omnisciente
2. Ele é o que tudo Ouve
3. Ele é aquele que tudo Vê
4. A sua vontade é absoluta
5. Ele é Omnipotente
6. A sua língua é única
7. Ele é o criador de todas as coisas

Esta é a descrição do Criador, uma descrição explicada por Ele mesmo ao seu Sagrado Mensageiro, Muhammad (que a paz esteja com ele). E pela Sua sensatez, Razão e Conhecimento, o Homem consegue percepcionar Deus, pela observação e contemplação de inúmeros sinais.
Mas a intelectualidade e capacidade do Homem não está livre de dificuldade e certamente não está livre de errar. Deus, na sua misericórdia, diminuiu a dificuldade os seus Servidores enviando o "Homem entre eles", que transmitiu o verdadeiro conhecimento Dele e das Suas Divinas Qualidades e Atributos. Um companheiro do Profeta (que a paz esteja com ele) disse que Abu Said Al-Khudri narrou:

"Um homem ouviu outro a recitar(nas suas orações): "Disse (Ó Muhammad): "Ele é Allah, o Único "(112.1) E ele recitou repetidamente esse verso do Alcorão. Quando era de manhã, ele foi ter com o Profeta e informou-o que considerava a recitação do Surah insuficiente. Muhammad (SAW- Que a paz esteja com ele) disse, "Por Ele, que a minha vida está nas suas mãos, (esse Surah) é igual a um terço do Alcorão Sagrado."

Vejamos a imensidade e o poder dado a uma passagem sobre o Omnisciente, no Alcorão.

Que Allah dê Hidayat a todos vós e que tenham Fé em Deus.

Salams
islamnet.eu

13
Abr 08
"Por ventura, não te encontrou (Deus) órfão e te amparou? Não te encontrou extraviado e te encaminhou? Não te achou necessitado e te enriqueceu? Portanto, não maltrates o órfão, Nem tampouco repudies o mendigo. Mas divulga a mercê do teu Senhor, em teu discurso"

(Alcorão 93:6 à 11)

Para verem melhor e com transliteração o Surah consultem:

http://myciw.org/modules.php?name=Alcorao&action=viewayat&surano=93

Salams. Hoje estava a ler o Alcorão, já próximo do fim e resolvi deixar aqui no blog esta passagem. Espero que reflictam da melhor forma, mas que após isso passem o vosso pensamento para um discurso e para o activo.

Salams
Islamnet.eu

31
Mar 08
Salams.

Hoje, para não estar a escrever dois posts e para que possam receber mais cedo tudo logo no vosso RSS decidi juntar estes temas e falar deles num só.

No Fórum MyCiw falava-se por um dos membros deste que iria haver um teatro em Estarreja cujo tema é "O Senhor Ibrahim e as Flores do Corão". O teatro é por Eric-Emmanuel Schmitt (filósofo e escritor) e a encenação de João Maria André.

"Tudo se passa numa loja que é um bazar. Para cá da loja, fica a cidade de Paris, com todo o mundo que aí chega e que daí parte. Para lá da loja, ou melhor, lá no seu fundo, no mais fundo do seu interior, há o calor de uma casa, onde mora o Senhor Ibrahim e que na cumplicidade dos gestos e do olhar, acolhe também o pequeno Momô, e onde ele aprende que há formas de pensar que são doenças e que há pessoas que vivem mais quando aprendem a andar livremente por dentro do mundo e do pensamento."

Eu  tenho quase a certeza que não poderei ir ver a peça na sua encenação realizada no dia 5 de Abril às 22 horas, mas que espero vê-la numa nova data.
De qualquer formo aconselho a todos os que tenham disponibilidade que o façam e que levem a família, pois são 5 euros apenas por pessoa.

Podem consultar mais informações no Link Abaixo:

http://www.cineteatroestarreja.com/evento.php?id=115

Escrevo também este post pois corre um cartaz por várias mesquitas do país com um pedido a todas as pessoas interessadas em doar sangue, para se deslocarem no dia 4 de Abril , ou seja na próxima sexta-feira, à Mesquita Central de Lisboa, onde poderão efectuar o processo tal como seria no hospital, e poderão ajudar muitas pessoas que dele necessitam neste país.

Se não sabem ao certo a localização da mesquita podem consultar o seguinte tópico:

http://islamnet.blogs.sapo.pt/145876.html

Salams,
Islamnet.eu


Salams.

Owais Qadri lança agora um novo álbum e esta é das músicas que mais passa na televisão via satélite, em canais como o Peace TV, Islam Channel ou QuranTv(QTV). "Rang" significa cor, e é isto que de uma forma metafórica, neste Nasshed, Owais Raza Qadri pede ao nosso Maula, Mustafah, Nabih (Profeta Muhammad S.A.W.).

Deixo o vídeo, onde podem ver o Naat original "Mujhe Rang de Maula" deOwais Qadri:


27
Mar 08
Salams.

Há uns dias atrás, um casal de amigos meus encontraram-se comigo. Tivémos uma longa conversa, daquelas que se tem só mesmo com os melhores amigos. Mas desta vez parece que eles vinham só dizer-me que iam para o Dubai passar umas férias (deixem-me referir que eles não são muçulmanos). Daí, e sabendo que o Dubai é um país de um grau de desenvolvimento elevado e de que é a ponte entre o Oriente e o Ocidente perguntaram-se qual seria o vestuário mais adequado para se vestir num país destes.

Eu acabei por lhes explicar da forma mais simples: O Dubai possui uma grande maioria de população muçulmana, mas o Dubai está fortemente ligado ao turismo e já mais de metade das casas que lá estão pertencem a estrangeiros, o Dubai possui um dos aeroportos mais movimentados do mundo e o Dubai é um grande centro de negócios.

Pelo facto do Dubai estar fortemente vocacionado para o turismo e negócios tem de estar preparado para receber população dos 4 cantos do mundo e portanto requisitos quando a vestuários não existem. Se vem do Oriente visitar o Dubai vista o que veste no seu país, se vem do Ocidente visitar este país, vista também o que veste no seu país.



É por isso que eu gosto do Dubai, pelo encontrar e relacionar das mais diversas culturas. Lá pode conhecer qualquer pessoa, rica ou pobre, do Oriente ou do Ocidente, de um país tropical ou de outro mais frio. Fantástico, não é?

Salams


 

26
Mar 08
Quando sair de casa, por qualquer motivo e para onde quer que vá, deve recitar o seguinte duá:


Bismilahi Tawakaltú Alalahi Lá hawla wa la kuwata ilá bilá hil alihil Azim

1)Eu apareço com o nome de Allah, Eu coloquei a minha confiança em Allah. A força de se abster-se dos pecados e continuar as boas acções vem só de Allah (Shami , Vol.1  pg. 85))

2) Age com dignidade. Não corras (no caso de uma saída de casa para a mesquita) (Ibne Majah)


25
Mar 08
Quando retornar a casa, deve, ao entrar, cumprimentar todos os que lá estejam com Salam. Depois deve recitar o seguinte duá:


EDIT(25/03/08):
Allahuma Iní Ass Aluka ghairal Maulaji wa ghairal maghrá gi bismilahi walajna wa bissmilahi gharaj ná wa Álalahu rabina tawakalná.


(Abu Dawood)


Ó Allah, peço-te uma boa entrada e uma nobre saída. Com o nome de Allah nós entrámos e com o nome de Allah nós saímos e com Allah guardámos a nossa confiança.

Salams.

Cada vez maiores são os apelos ao diálogo e aos actos pacíficos, mas cada vez mais existem monólogos que de pouco ou nada servem já que os actos do Homem de nada de pacífico possuem. É com a intenção de mais uma vez, promover-se o diálogo entre Muçulmanos, Cristãos e Judeus que o Rei Abdallah vem falar e pedir a união de todas as comunidades de fé, pois o Ateísmo continua a crescer e o Rei quer proteger a humanidade da decadência. Como tal o Rei Abdallah está neste momento a desenvolver um projecto com esse objectivo.

Podem consultar a notícia da RTP aqui

Salams

Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds

Free chat widget @ ShoutMix
pesquisar
 
blogs SAPO