07
Ago 07
Allah é o nome próprio e o mais correcto do único ser Divino. Não tem nem plural nem feminino. Enquanto  que a palavra Deus tem plural e feminino. Allah é o nome semítico para Divino, assim como em qualquer língua existe um nome especifico para denominar esse Único ser que reside dentro de todos nós cuja presença sentimos.
 
Em Latim é Deus, em Inglês é God, em Persa é Khuda, em Hindi é Deva, em Grego Odeos, e assim sucessivamente, mas isto não significa que God é o Deus dos Ingleses, nem que Dieu é o Deus dos Franceses. Deus no Alcorão Sagrado ordena aos muçulmanos para dizerem aos outros:
 
‘’Cremos no que nos foi revelado, assim como no que vos foi revelado antes; nosso Deus e o vosso são Um e a Ele nos submetemos.’’ (Alcorão Sagrado 29:46)
 
A crença na unicidade e soberania de Deus liberta a pessoa de todos os medos e superstições ao tomá-la consciente da presença de Deus e das obrigações para com Ele.
A crença num Deus exige que olhemos para toda a humanidade como uma única família, independentemente da sua cor, classe, raça ou território, sendo todos nós criaturas do mesmo Deus somos todos irmãos, e a´esse facto costumamos muitas vezes dizer no IslamNET "salams, irmão x". O Islam rejeita a ideia da existência do Povo Escolhido, à base de raça, cor, classe ou território, fazendo da fé em Deus e as boas acções o único caminho para o paraíso, estabelecendo assim uma relação directa com Deus, aberta a todos sem intermediários.
 
Para ser muçulmano basta confessar com sinceridade e convicção, o Kalimah:
 
 
Lá iláha illa-lah Muhammadu Rassulullah Salalaho Aleihe Was-salam
 
 
 
Não se deve dizer ‘’converteu-se’’ a respeito da pessoa que entrou no Islam, mas sim, reverteu-se, isto é, voltou às origens (à religião universal) porque o Profeta Muhammad (que a Paz e a Bênção de deus estejam sobre ele) disse:
 
‘’Toda a criança nasce muçulmana (submissa a Deus), porém os seus pais arrastam-na para a sua religião, fora do Islam.''
 
O Alcorão Sagrado também confirma isso. Mas quem deixa o Islam e entra noutra outra religião, esse sim pode-se dizer a seu respeito que se converteu, para tal religião, porque mudou a sua origem.
 
O Alcorão Sagrado denominou de Muçulmanos os que se submeteram voluntariamente perante as ordens de Deus, por conseguinte devemos recusar sermos chamados por Maometanos ou Muhammadismo; um nome inventado pelos ocidentais para dar a entender aos menos esclarecidos que adoramos a Muhammad; ‘’Maomé’’ em semelhança a outras religiões as quais adotaram o nome de seus fundadores. Nós  adoramos sim Allah e Muhammad é o seu último mensageiro de entre os 120.000 que existiram.
 
Os muçulmanos acreditam na unidade de Deus e consideram a divindade de Jesus (que a Paz esteja sobre ele), por parte de algumas pessoas uma reversão ao Politeísmo. O Alcorão Sagrado diz que Jesus (que a Paz esteja sobre ele), não era uma encarnação de Deus, mas sim o seu Mensageiro e em semelhança a outros Profetas, um ser humano.

continua...

Salams, IslamNET

Agosto 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
18

19
20
22
24

26
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
blogs SAPO