08
Fev 08
Salams. Recentemente no MuslimLive fiz o mesmo apelo para donativos a organizações humanitárias para que as pessoas pudessem ter as condições básicas.

Deixo aqui um outro link também, para quem estiver interessado:

http://www.uwt.org/Appeals/Gaza_Appeal.asp

Salams

04
Fev 08
Salams,

Um irmão nosso senegalense enviou-nos um e-mail a comunicar o acontecimento que se vai realizar nos dias 4 (hoje) e 5 de Fevereiro:


"Dakar, Senegal (PANA) - Um Colóquio Internacional sobre o Islão nas sociedades da África Subsariana decorrerá de 4 a 5 de Fevereiro próximo em Dakar, a capital senegalesa, soube quinta-feira a PANA junto dos organizadores do evento.

O encontro organizado na perspectiva da cimeira da Organização da Conferência Islâmica (OCI), prevista para 13 a 14 de Março próximo, em Dakar, sob o lema "O Islão nas sociedades da África Subsariana: Desafios e Respostas", vai reagrupar delegados de uma dezena de países africanos, indicam os organizadores.

O encarregado de programas da Fundação Konrad Adenauer no Senegal, a promotora deste Colóquio, Ete Gierczynski-Bocandé, estimou que o Islão praticado em vários países da África Ocidental é mal conhecido no resto do mundo.

"Este Islão tem as suas particularidades, e possui enormes riquezas que podem fornecer ao património mundial", acrescentou Bocandé, sublinhando que desde 11 de Setembro de 2001, a imagem do Islão foi manchada, sobretudo na Europa e nos Estados Unidos.

Bocandé indicou igualmente que o objectivo do Colóquio é permitir aos diferentes peritos, islamólogos, historiadores, líderes políticos e religiosos discutirem sobre as respostas que o Islão pode fornecer a questões complexas da actualidade, tais como os sistemas de governo, a democracia, a secularização, a questão do género, a economia, os direitos humanos e a paz.

"Chegou a hora de os investigadores reflictirem sobre esta questão", declarou por seu lado Abdoul Aziz Kébé, um islamólogo e professor na Universidade Cheik Anta Diop de Dakar.

Para ele, existe o desafio que os países muçulmanos da África Subsariana "têm um Islão tolerante, coabitando pacificamente com as outras religiões. E os valores tradicionais africanas devem responder ao actual contexto marcado pelo aumento do Islão radical".

 
Dakar - 31/01/2008

03
Fev 08


Fonte:
http://www.islamicplayground.com/Scripts/default.asp

02
Fev 08
O objectivo desta responsabilidade é de relacionar a criança com as crenças Islâmicas logo que ela possua capacidade mental para tal, habituá-la às práticas Islâmicas assim que possua a capacidade compreensiva e ensiná-la as matérias Islâmicas assim que possua capacidade distintiva para tal. Relacioná-la com as crenças Islâmicas engloba a fé em Alláh, nos Seus anjos, nas Revelações Divinas, nos Seus Mensageiros, nas perguntas do Qabr (sepultura), na Ressurreição, no prestar das contas, no Jannah, (Paraíso), no Jahannam, (Inferno), etc.

Habituá-las às práticas Islâmicas engloba todas as formas de adorações físicas como o Saláh, o jejum, bem como adorações que envolvem os bens como por exemplo, o Zakah, Hajj, etc.

Raçululláh (Sallalláhu Alaihi Wasallam) realçou a importância desta responsabilidade através das narrativas que se seguem:

a) O QUE ENSINAR A UMA CRIANÇA QUE APRENDE A FALAR:
Hazrat Ibn Abbas (Radhialláhu anhu) relata que Raçululláh (Sallalláhu Alaihi Wasallam) disse:
“Quando uma criança aprende a falar, as primeiras palavras que devem ser ensinadas é o “Láiláha illalláh.” (HAKIM).

b) ENSINAR A CRIANÇA O HALÁL E HARÁM ASSIM QUE ATINGE A MATURIDADE:
Hazrat Ibn Abbas (Radhialláhu anhu) narra que Raçululláh (Sallalláhu Alaihi Wasallam) disse:
“Pratiquem actos de obediência a Alláh e evitem os pecados. Recomendai aos vossos filhos a obediência às ordens de Alláh e à abstinência dos pecados, pois isto será um meio de salvação contra o fogo de Jahannam, quer para eles como para vocês.” (IBN JARIR E IBN MUNZIR).

c) RECOMENDÁ-LOS A PRÁTICA DO SALÁH AO ATINGIREM A IDADE DOS SETE ANOS:
Hazrat Abdullah Ibn Amr ibn Áss (Radhialláhu anhu) narra que Raçululláh (Sallalláhu Alaihi Wasallam) disse:
“Devem dar a ordem do Saláh aos vossos filhos quando estes tiverem sete anos de idade, e castigá-los (por não praticarem) aos dez anos e separá-los nas camas.”
Este Hadith engloba os restantes actos como por exemplo o jejum caso eles tenham capacidades para tal, o Hajj caso os pais tenham possibilidades para o efeito.

d) CRIAR O AMOR PARA COM RAÇULULLÁH (SALLALLÁHU ALAIHI WASALLAM) E SEUS FAMILIARES, E INCENTIVÁ-LOS À LEITURA DO QURÁN.
Hazrat Ali (Radhialláhu anhu) narra que Raçululláh (Sallalláhu Alaihi Wasallam) disse: “Incutam três qualidades nos vossos filhos; amor pelo vosso Mensageiro (Sallalláhu Alaihi Wasallam), amor pela sua família e pela leitura do Qurán, pois os seguidores do Qurán estarão na sombra do Trono de Alláh no dia em que não existirá nenhuma sombra excepto a Sua sombra, e estarão na companhia dos Mensageiros e das pessoas queridas por Alláh.” (TABARÁNI).
Este aspecto explica que os pais devem ensinar aos filhos o respeito por Raçululláh (Sallalláhu Alaihi Wasallam) bem como para com os Sahabah e a História de Islám.

e) INSTRUIR NA CRIANÇA A OMNIPRESENÇA DE ALLÁH:
Alláh diz no Qurán:
“E quando alguma tentação do Shaitán te assediar, procura refúgio em Alláh, porque Ele escuta e sabe tudo. Quanto aos tementes, quando alguma tentação de Shaitán os acossa, recordam-se de Alláh e são iluminados.”

(ALQURÁN: VII:200,201).

Raçululláh (Sallalláhu Alaihi Wasallam) disse num Hadith:
“Deves adorar Alláh como se estivesses a olhá-Lo, caso não tenhas esta capacidade, então (lembra-te) que Ele te está a ver.” (MISHKAT).

Fonte:

“ Adab in Islám”

http://myciw.org/modules.php?name=Forums&file=viewtopic&t=568&start=0&postdays=0&postorder=asc&highlight=respeito+pais+filhos

Salams,

Como tinha dito aqui no chat, acabámos de lançar um blog em inglês, o Muslim Live. A razão principal da sua criação é a existência de muitos visitantes muçulmanos ao nosso blog IslamNet mas que não são portugueses, tal que nós dificilmente conseguimos transmitir "a mensagem". Com um blog em inglês será também mais fácil atrair audiência aos artigos que possuímos aqui no Islamnet, já que grande parte deles serão também traduzidos. Por outro lado, o nosso membro Meraj tem mais facilidades no seu inglês do que no português contrariamente a mim e isso permitirá que ele escreva mais frequentemente e que os leitores que saibam inglês também possam acompanhar os seus artigos.

Volto também a dizer que deixámos de ter google adsense nos nossos sites. É muito difícil evitar que apareçam anúncios inapropriados a este blog, fazendo muitas vezes com que os leitores deixem de apreciar o conteúdo do blog sendo redireccionados para esses sites dos anúncios.

Sendo assim, resta-me deixar-vos o nosso novo site em inglês e os respectivos links:

www.muslimlive.net



Salams, Islamnet.eu

Fevereiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
14
15

17
18
20
21
22

25
26
28
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
pesquisar
 
blogs SAPO