24
Fev 08
Salams.

Eu estava à procura de blogs aqui na comunidade dos blogs da sapo, cujo conteúdo fosse puramente relacionado com o Islão, já mesmo há uns tempos para cá um visitante nosso perguntou-nos se havia algum blog deste género aqui também na sapo.

De facto é que na altura não tinha conhecimento de nenhum blog desse género, nem mesmo agora não conheço nenhum que tenha como tema Islão. De qualquer forma existe um em português na comunidade sapo que aborda temas sobre a ocupação israelita e a resistência palestiniana. Eu vou adicionar o blog ao nosso blogroll e ponho aqui também o link.


Hadhrat Suhail (rahmatullah alayh) visitava frequentemente Abdullah Bin Mubaarak. Num desses dias, quando deixava a casa de Mubaarak. Suhail disse: "No futuro eu não deverei vir a tua casa. As jovens raparigas na tua casa estavam a chamar-me: "Vem connosco Suhail! Vem connosco!," eu detesto isso". Mubaarak disse em "tom de gozo" para as pessoas que aí estavam perto: "Venham fazer o Salat-ul-Janaza de Suhail!!!". E dito isto Suhail acaba por morrer logo em seguida. Quando as pessoas pediram a Ibn Mubaarak para explicar como é que este sabia da morte iminente de Suhail, ele disse: "Suhail disse hoje que jovens e belas raparigas chamavam por ele na minha casa. No entanto, não existe nenhuma rapariga aqui. Decerto que eram as Houris do Jannat que chamavam por ele. Esse foi um sinal da sua morte iminente."

 

[de: "Pérolas Perdidas"]


 

fonte


 

At-Tazkirah


 

Eu prefiro não comentar esta passagem e deixar-vos a reflectir. Aliás fiz isso nas anteriores, depois se houverem comentários alongar-me-ei na minha reflexão sobre esta passagem, bem como na de outros grandes Alimos.


 


 

---


 

Temos estado a traduzir alguns Hadiths do blog At-Tazkirah, o que temos feito já há algum tempo em combinação. Se pesquisar no nosso plog por at-Tazkirah encontrará inúmeros artigos traduzidos em português.

 

Salams

islamnet.eu


 




Hadhrat Hakimul Ummah Maulana Ashraf Ali Thanwi meciona um Hadith no seu livro:

نشر الطیب فی

ذکر النبی الحبیب صلی اللہ علیہ وسلم

com referência a Ahkam bin Al-Qattan que Hazrat Ali bin Al-Hussain (Zainul Abdeen) narrado pelo seu pai Hazrat Hussain (رضی اللہ عنہ) e que este narrou do seu pai Hazrat Ali (رضی اللہ عنہ) que o profeta  (صلی اللہ علیہ وسلم) disse:


"Eu fui noor (luz) à frente do meu Senhor a uns quarenta mil anos antes do nascimento de Hazrat Adam (علیہ السلام).”

Existem mais provas que indicam que o noor do profeta t (صلی اللہ علیہ وسلم) foi criado nos tempos antes da existência da terra, outras provas indicam que foi criado antes do céu, das terras, do céu e antes de todas as criaturas


 

Allah sabe melhor!


Darul Ifta, Darul Uloom Deoband

(Fatwa: 903/876=D)

Fonte:

At-Tazkirah



 

Uma vez um Qari recitava o alcorão de uma forma muito bela. Hazrath Fudhail bin Ayaz (Rahimulah) disse: "Recita para o meu filho, mas não recites o surah Al-Qariah. O meu filho está com algum problema de excessivo medo de Allah. Ele não suporta, ele não consegue ouvir as calamidades do Akhirah (vida depois da morte)".

O Qari recitou para o filho de Hazrath Fudhail. Esquecendo-se do aviso/pedido de Hadhrat Fudhail, ele recitou também o surah Al-Qariah. O filho deitou uma lágrima e caiu morto.


 

[de: Pérolas Perdidas]


 

Fonte:


At-Tazkirah

Tradução: Islamnet.eu

 



 


Esta é uma história verídica que foi escrita por alguém que prefere manter o anonimato



Já alguma vez perguntaste a alguém: “Como foi o teu dia?” e tiveste como resposta “o mesmo de sempre”? Bem, se a verdade fosse dita, então todos iriam admitir que já não existem 2 dias iguais.

 

A vida esta sempre em estado de fluxo. O mundo à nossa volta está constantemente a mudar pelo comando de Allah S.T. e em resposta a essas escolhas nós tornamo-nos únicos.

 

Se um homem deseja matar alguém hoje e se essa é a vontade de Allah nesta má acção, então isso acontecerá e o pecado irá para a “lista” desse homem. Da mesma forma, se um homem deseja fazer salatul Fajr na mesquita e Allah quer esta boa acção, então isso acontecerá e haverá uma recompensa na tal “lista” do homem. Nós somos então responsáveis pelo nosso destino e Allah sabe melhor quem deseja e Ele deve garantir ou negar o desejo. Se nós olharmos para as pessoas à nossa volta, todos os que conhecemos estão a passar por algum tipo de mudança. Os colegas de trabalho casam-se, amigos vão ser pais, a família prepara-se para o Hajj e outros começam a ter cabelos brancos.

 

Durante anos eu tive o desejo de deixar o meu trabalho por outro onde pagam melhor e eu fiz sincero Duah para Allah S.T. para enviar os ventos de mudança na minha vida. Anos passaram com uma frustração contínua, e aprendi a consolar-me a mim mesmo com a firme crença de que o Meu Criador sabia o que era melhor para mim e Escolheu que o melhor para mim seria continuar no sítio que estou. Em retrospectiva, o tempo desperdiçado na minha secretária aborrecido fez-me descobrir o valor do duah e da paciência, realmente algo de mais valor do que o trabalho mais excitante do mundo!

 

É tão fantástico saber que no dia em que eu realmente percebi a essência da paciência e do contentamento com a vontade de Allah, as portas de resposta ao meu duah estavam agora abrir-se. O meu telefone começou repentinamente a tocar e eram agentes de recrutamento de todo o país a tentar marcas entrevistas para um novo trabalho. Acabei tendo cinco entrevistas por semana (antes era só uma por ano)! Eles atribuíram a minha procura a um recente boom na indústria em que trabalho, mas eu sabia que nada acontece por acaso. Tudo acontece pela vontade e comando de Allah. Este foi outro sinal do Meu Criador para aumentar a minha crença na Sua existência e para ensinar-me a mim mesmo o poder do sincero duah.

 

Tal como todos estão avisados, a mudança é inevitável. Este mundo é só temporário e temos simplesmente que superar todas as barreiras e testes que Allah coloca para nós.

 

 A coisa mais estranha é que eu sei de tudo isso e eu prometo que eu acredito naquilo, mas então porque é que eu continuo a ter medo da mudança assim tanto? Porque é que continuo a ter esta ansiedade depois de Allah ter me dado uma promoção e eu ter sido aquele que pediu a Ele em primeiro lugar?

 

Eu acho que tudo se deve ao medo de falhar e a maioria de nós está aterrorizada com isso. Como somos meros mortais, nós tememos sair de um sítio confortável com a nossa família para irmos para um sítio onde esperamos o céu ou o inferno.

 

Isto não nos faz lembrar a morte e como nervosos ficamos ao falarmos nisso? Eu acho que todos nós estamos sempre a prepararmo-nos para essa ocasião, mas quem de nós pode dizer que está totalmente preparado para tal??? Eu acho que ninguém o pode.

 

Realmente, uma parte integral de toda a crença dos muçulmanos deve ser aquela em que nunca temos a certeza de nada. Tem a certeza de que poderá conseguir respirar nos próximos segundos? Ou que os seus amados poderão estar em segurança amanhã?

 

A mudança nesta vida e na outra está nas mãos de Allah. Ele sozinho é o mestre das nossas vidas e Ele sozinho irá decidir o nosso destino.

 

Que Allah S.T. torne mais fácil para todos nós enfrentar as mudanças e desafios da vida e que Allah nos dê inspiração para crescermos e atingirmos os nossos objectivos neste mundo e no outro, inshallah.


 

Salams,

IslamNET

 


Fevereiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
14
15

17
18
20
21
22

25
26
28
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
pesquisar
 
blogs SAPO