11
Abr 08
Salams.

Como todos vocês, visitantes do blog têm reparado, eu não tenho posto em discussão ou falado muito sobre o filme de Geert Wilders, Fitna. A razão é simples, mas para uns um pouco difícil de compreender, mas que passo a explicar:

Começo com a dúvida de que se aquilo é mesmo um filme ou uma mera montagem de vídeo. Depois, o "filme" não tem nenhum interesse, já que não trás nenhuma "acusação" nova a isto ou aquilo que está escrito no Alcorão e que não tenha tido uma devida resposta. Por outro lado e em terceiro lugar, não existe coerência no "filme". Chegamos ao final e temos uma de duas hipóteses, ou somos totalmente manipulados ou perguntamo-nos a nós mesmos: Ele quer que o Islão seja retirado da Europa? Por estes argumentos? Eu consigo fazer o mesmo com outros livros sagrados de outras religiões. Mas nunca o faria pois sei que tal como nos casos em que se relatam as passagem no Alcorão, existe sempre um facto por detrás, um tempo e um espaço próprios, e por outro lado existem sempre figuras de estilo, hipérboles e eufemismos.

Geert Wilders fez isso, subrepondo todos os princípios éticos e tentando simplesmente conseguir enviar a sua mensagem de ódio e repúdio aos muçulmanos e à religião islâmica. Ele mostra gráficos do crescimento do islão na Europa, e diz que isso tem que acabar???!!!!

Com isto, revelo o meu desinteresse na obra, filme, ou vídeo do youtube, aquilo que seja.

Todavia, a minha perspectiva sobre o "filme" não é nova, mas é aquela, a única a que consigo aderir, e como tal têm circulado na internet alguns vídeos com uma resposta semelhante e que gera e sempre gerou consenso entre os muçulmanos (excluíndo, claro, o extremismo que existe em minoria no Islão).

Eu tinha já vizualizado alguns vídeos e entre os quais um em português, mas neste só vi a primeira parte, sendo que as outras encontrei no fórum MyCiw, bem como a resposta em inglês de um saudita, publicada pelo moderador do fórum Yiossuf Adamgy. Esta resposta ao vídeo, é talvez aquela que melhor revela a minha perspectiva e a do Islão em geral, já que ele faz o mesmo que Geert Wilders, mas com a Bíblia, e demonstra o tal desinteresse no filme "Fitna", pois qualquer um podia pegar num livro sagrado e pôr umas imagens sem contexto com o que está escrito nele e manipular os que vêem o vídeo.

Deixo primeiro o vídeo em Inglês:






Bem como os vídeos em português. São 4:





Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

14
15
16
17
19

20
21
22
23
24

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Free chat widget @ ShoutMix
pesquisar
 
blogs SAPO